Criar Quiz
Criar Quiz
A Herdeira (4/?) 🌹

A Herdeira (4/?) 🌹

Tags : Herdeira Reino realeza Aesthetic Princesa Quiz RPG

↪ Esta é a parte 4; para entender melhor, sugiro que faça as partes 1,2 e 3. Todas estão no meu perfil
↪ Quiz estilo RPG
↪ Terão mais partes, mas ainda não sei dizer quantas
↪ Todas as imagens foram retiradas do Pinterest, nenhuma me pertence!

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11

Negativo.
O resultado era negativo.
- O que? - perguntou o rei, se levantando imediatamente. - Isso não está certo. Chamem o médico, por favor... Negativo.
O resultado era negativo.
- O que? - perguntou o rei, se levantando imediatamente. - Isso não está certo. Chamem o médico, por favor...

  • Sinto o ar se esvair dos meus pulmões. Não consigo conter as lágrimas.
  • - Impossível! Como assim? - esbravejo irritada, acompanhando meu pai. Ele é meu pai!
  • - M-majestade! - seguro seu braço, o impedindo de continuar. - Não adianta... Não.
  • Me levanto e saio da sala imediatamente, com uma explosão de sentimentos.
  • Cerro os punhos. Então esse povo me trouxe até aqui, fez eu me apegar e agora diz que eu não sou quem pensavam?
  • Franzo a testa, analisando o papel do resultado. Como assim? Alguma coisa não está certa...

~11:07
Você coloca a última peça de roupa na mala e a fecha, com um suspiro.
- Eu não entendo... - murmurou Sophie, triste.
- Pois é... - deposita a mala no chão e se vira para a criada. - Vou sentir sua falta.
Vocês se abraçam e, então, você sai, arrastando a mala de rodinhas. Não consegue conter uma lágrima, que escorre lentamente pela sua bochecha.
Mas, quando estava se aproximando da porta de saída... ~11:07
Você coloca a última peça de roupa na mala e a fecha, com um suspiro.
- Eu não entendo... - murmurou Sophie, triste.
- Pois é... - deposita a mala no chão e se vira para a criada. - Vou sentir sua falta.
Vocês se abraçam e, então, você sai, arrastando a mala de rodinhas. Não consegue conter uma lágrima, que escorre lentamente pela sua bochecha.
Mas, quando estava se aproximando da porta de saída...

  • .
  • .

- Marie, espera! - você se vira imediatamente ao ouvir o grito.
- Vincent? - pergunta surpresa.
- Espera... - ele corre até o seu lado, parando ofegante. - O exame... Alguma coisa deu... Errado.
- O que? - você está confusa.
- Você é a princesa. - anuncia após respirar. - Alguma coisa aconteceu com o resultado. - Marie, espera! - você se vira imediatamente ao ouvir o grito.
- Vincent? - pergunta surpresa.
- Espera... - ele corre até o seu lado, parando ofegante. - O exame... Alguma coisa deu... Errado.
- O que? - você está confusa.
- Você é a princesa. - anuncia após respirar. - Alguma coisa aconteceu com o resultado.

  • Solto a alça da mala, que cai no chão com um baque. Levo alguns segundos para processar a informação. - Ah, meu Deus! - exclamo, com um sorriso crescendo em meu rosto. Saio correndo em direção a sala do exame.
  • Imediatamente, começo a chorar, emocionada. No momento, o abraço, que retribui relutante.
  • - Você está brincando comigo. - rio irônica, mas meu sorriso some quando vejo que é verdade. Eu estava furiosa! O rei pensa que eu sou um brinquedinho pra fazer isso com minhas emoções? Mas isso não vai ficar assim mesmo. Largo a mala no chão e vou o mais rápido possível para a sala do exame.

Vincent te acompanha até a sala, onde você encontra o rei, alguns guardas e um elegante médico, que parece intrigado.
- Sim, porque o resultado estava correto... - ele para e ergue o olhar com sua chegada.
- Marie. - seu pai suspira, aliviado, e te abraça. - Achei que já tinha ido.
- É verdade, então? - pergunto, esbaforida.
- Sim. - ele sorri, te encarando. - Você é minha filha. Vincent te acompanha até a sala, onde você encontra o rei, alguns guardas e um elegante médico, que parece intrigado.
- Sim, porque o resultado estava correto... - ele para e ergue o olhar com sua chegada.
- Marie. - seu pai suspira, aliviado, e te abraça. - Achei que já tinha ido.
- É verdade, então? - pergunto, esbaforida.
- Sim. - ele sorri, te encarando. - Você é minha filha.

  • Sorrio emocionada, o abraçando novamente.
  • Fecho a cara. - Então me explique por que o exame deu negativo. - peço desfiadora, cruzando os braços.

Anthony fecha a cara.
- Alguém alterou o resultado. - explica. - Foi uma sabotagem.
O médico confirma.
- Alguma suspeita de quem poderia ser, Alteza? - pergunta um homem que aparentava ser um general ou algo assim, com uma prancheta em mãos. Anthony fecha a cara.
- Alguém alterou o resultado. - explica. - Foi uma sabotagem.
O médico confirma.
- Alguma suspeita de quem poderia ser, Alteza? - pergunta um homem que aparentava ser um general ou algo assim, com uma prancheta em mãos.

  • - Eu não faço ideia. - digo, franzindo a testa. Quem teria feito uma coisa assim?
  • - A Elisa. - declaro. - Desde o início, tenho um mal pressentimento dela. - Marie! - protesta seu pai. - Ela não faria isso. Elisa é um amor de pessoa, vocês só precisam de mais tempo para se conhecerem melhor. - Mesmo com as palavras do rei, o general escreve algo em sua prancheta.
  • - O Louis. - disparo. - Nós tivemos um desentendimento recente. O general arqueia uma sobrancelha, anotando.
  • - A Charlotte, talvez? - sugiro pensativa. O general escreve alguma coisa na prancheta.
  • - Sophie, a criada. - me sinto mal ao dizer isso, mas é uma possibilidade. por mais que ela pareça gentil, é uma das mais próximas de mim aqui dentro. O general anota.

~06:41
No dia seguinte, você estava a caminho do café da manhã, alegre. Agora que estava mais tranquila, estava feliz que tudo havia se resolvido.
No entanto, ao virar em um dos corredores, você tropeça em alguém, caindo no chão. Quando ergue o olhar, Louis estava parado ao seu lado.
- Tenho uma leve sensação de que essa cena já aconteceu antes. - resmunga.
- Olha, se não é a princesa. - para sua surpresa, ele te estende a mão, te ajudando a se levantar. - Então, é verdade? Você vai ficar? ~06:41
No dia seguinte, você estava a caminho do café da manhã, alegre. Agora que estava mais tranquila, estava feliz que tudo havia se resolvido.
No entanto, ao virar em um dos corredores, você tropeça em alguém, caindo no chão. Quando ergue o olhar, Louis estava parado ao seu lado.
- Tenho uma leve sensação de que essa cena já aconteceu antes. - resmunga.
- Olha, se não é a princesa. - para sua surpresa, ele te estende a mão, te ajudando a se levantar. - Então, é verdade? Você vai ficar?

  • - Parece que você vai ter que me aguentar por mais um bom tempo. - brinco, rindo.
  • - Isso te interessa? - pergunto cínica, me levantando sem a sua ajuda.
  • - Vou sim. - sorrio educada.
  • - Pois é. - comento alegre. - Estou feliz em poder ficar. Gosto daqui.

Ele ri, divertido.
- Bom, então agora realmente estou ao seu dispor, Alteza. - ele faz uma reverência, mas sem quebrar o contato visual.
Você revira os olhos, mas solta uma risada.
Caminham juntos até o salão, conversando sobre assuntos diversos. Quando chegam, sentam-se em seus devidos lugares.
- Bom dia! - você cumprimenta, contente.
- Bom dia, querida. - seu pai sorri.
- Bom dia. - diz Elisa docemente. Ele ri, divertido.
- Bom, então agora realmente estou ao seu dispor, Alteza. - ele faz uma reverência, mas sem quebrar o contato visual.
Você revira os olhos, mas solta uma risada.
Caminham juntos até o salão, conversando sobre assuntos diversos. Quando chegam, sentam-se em seus devidos lugares.
- Bom dia! - você cumprimenta, contente.
- Bom dia, querida. - seu pai sorri.
- Bom dia. - diz Elisa docemente.

  • Sorrio para ela. Não quero estragar minha felicidade.
  • Fecho a cara e desvio o olhar. Não confio nela.

- Bom dia a todos! - Charlotte entra na sala alguns minutos depois, sentando-se rapidamente. - Desculpem o atraso.
Como de costume, as criadas rapidamente servem a comida.
- Agora que estamos todos aqui, tenho alguns avisos. - declara o rei. - Marie, como agora você é oficialmente a princesa, vai precisar aprender os ofícios da monarquia. Charlotte se ofereceu para te ajudar.
- Toda manhã, após o café, no salão principal. Não se atrase. - lembra a loira, limpando o canto da boca com um guardanapo.
- E, é claro, precisamos anunciar sua chegada. - Anthony continua, sorrindo animado. - Hoje a noite, iremos fazer um desfile pelo reino, para que o povo te conheça devidamente. - Bom dia a todos! - Charlotte entra na sala alguns minutos depois, sentando-se rapidamente. - Desculpem o atraso.
Como de costume, as criadas rapidamente servem a comida.
- Agora que estamos todos aqui, tenho alguns avisos. - declara o rei. - Marie, como agora você é oficialmente a princesa, vai precisar aprender os ofícios da monarquia. Charlotte se ofereceu para te ajudar.
- Toda manhã, após o café, no salão principal. Não se atrase. - lembra a loira, limpando o canto da boca com um guardanapo.
- E, é claro, precisamos anunciar sua chegada. - Anthony continua, sorrindo animado. - Hoje a noite, iremos fazer um desfile pelo reino, para que o povo te conheça devidamente.

  • Assinto, animada. Fico feliz em ter alguém para me ajudar, afinal eu mal sei usar todos esse garfos e talheres. Também acho que o desfile seja uma boa ideia.
  • Faço uma careta, nervosa quanto ao desfile. Espero conseguir passar uma boa impressão para o público.
  • Reviro os olhos. É sério que vou ter aulas sobre como me portar? Quantos anos eles acham que eu tenho?
  • - Claro. Parece ótimo. - concordo educada. O desfile realmente parece divertido, porém não estou nem um pouco animada pelas aulas.

Depois do café, você estava a caminho de seu quarto quando Vincent te interrompe.
- Marie! - chama. - Eu queria te mostrar uma coisa.
- Claro. - você sorri e o acompanha.
Aonde ele te leva? Depois do café, você estava a caminho de seu quarto quando Vincent te interrompe.
- Marie! - chama. - Eu queria te mostrar uma coisa.
- Claro. - você sorri e o acompanha.
Aonde ele te leva?

  • Jardim
    Jardim
  • Biblioteca
    Biblioteca
  • Sala de música
    Sala de música
  • Torre com vista para a cidade
    Torre com vista para a cidade

Vocês chegam ao local e seu queixo cai.
- Vincent! - exclama encantada.
- Achei que iria gostar. - diz constrangido. Vocês chegam ao local e seu queixo cai.
- Vincent! - exclama encantada.
- Achei que iria gostar. - diz constrangido.

  • - Eu adorei! - me viro para ele, sorrindo.
  • - É lindo... - digo, ainda admirando o local.
  • - Acertou então. - rio.
  • - Foi muito legal da sua parte. - comento sincera.

Ele se aproxima lentamente, passando seus cabelos para trás de sua orelha enquanto encara sua boca. Ele se aproxima lentamente, passando seus cabelos para trás de sua orelha enquanto encara sua boca.

  • - O que está fazendo? - pergunto incrédula.
  • - Vincent, não. - digo me afastando. - Desculpe... Obrigada por me mostrar. Eu vou pro meu quarto. - saio rapidamente, confusa.
  • Me aproximo mais. Meu coração dispara quando ele, gentilmente, junta nossos lábios. Retribuo o beijo.
𝐂𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚... 🌹 Refazer

𝐂𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚... 🌹

A parte 5 já está disponível em meu perfil ❤️

Compartilhar

𝐂𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚... 🌹 Refazer

𝐂𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚... 🌹

A parte 5 já está disponível em meu perfil ❤️

Compartilhar

Calculando Resultado
clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star