Criar Quiz
Criar Quiz
Quiz História: About you! 🌼 (1/10)

Quiz História: About you! 🌼 (1/10)

Tags : Vida Quiz RPG

》 Oieeee, esta é a minha primeira história então eu espero que gostem!
》 Deixem nos comentários se gostaram ou não.
》 Avisando que não tem opções de coisas para fazer, isto é só uma história.
》 Eu espero que gostem e por favor não roubem porque demorou para fazer!

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Você/Briana:
17 anos, não consigo acreditar! Nunca fui muito de comemorar meu aniversário, para mim é um dia como todos os outros, mas confesso que acordar com o cheiro de bolo vindo da cozinha era fascinante, acordei com imensas mensagens me desejando os parabéns, mas nenhuma delas era realmente de quem eu queria. Dizer que me senti um pouco triste e talvez arrependida era algo que me afetava, porém lembrar do quão ele me insultou e tudo o que ele disse, me fazia sentir nojo e não arrependimento ou tristeza. "Tudo acontece por um motivo, o destino faz o seu caminho por conta própria, você só tem que esperar por ver." Minha mãe sempre me disse isso, creio que é verdade, bem, vamos esperar para ver. Você/Briana:
17 anos, não consigo acreditar! Nunca fui muito de comemorar meu aniversário, para mim é um dia como todos os outros, mas confesso que acordar com o cheiro de bolo vindo da cozinha era fascinante, acordei com imensas mensagens me desejando os parabéns, mas nenhuma delas era realmente de quem eu queria. Dizer que me senti um pouco triste e talvez arrependida era algo que me afetava, porém lembrar do quão ele me insultou e tudo o que ele disse, me fazia sentir nojo e não arrependimento ou tristeza. "Tudo acontece por um motivo, o destino faz o seu caminho por conta própria, você só tem que esperar por ver." Minha mãe sempre me disse isso, creio que é verdade, bem, vamos esperar para ver.

-Bom dia sobrinha preferida! Parabéns! - Tio Thomas me diz abraçando forte. - Pedi ajuda para a Amélia a empregada para fazer o bolo, pois passei minha madrugada fazendo e digamos que não deu muito certo. - diz apontando para a quantidade de formas queimadas, rio dele, que se junta a mim.
-Meu pai já chegou na Florida? Ele saiu bem cedo. Eu ouvi ele saindo. - perguntei me sentando na mesa e de seguida cortando uma fatia do bolo de chocolate, que modéstia a parte, o bolo de chocolate da Amélia é o melhor do mundo.
-É, você sabe que ele sente muito de não poder estar presente, mas ele me pediu para que seu dia fosse o melhor de todos, porque minha querida sobrinha, só se faz 17 anos uma vez! - ele tira uma lista do bolso, consigo ler "O que fazer se a Briana estiver:", hum, interessante.
-Ai meu deus, Tio! Tenho que ir! - digo correndo para pegar minha mochila e saindo às pressas do apartamento. -Bom dia sobrinha preferida! Parabéns! - Tio Thomas me diz abraçando forte. - Pedi ajuda para a Amélia a empregada para fazer o bolo, pois passei minha madrugada fazendo e digamos que não deu muito certo. - diz apontando para a quantidade de formas queimadas, rio dele, que se junta a mim.
-Meu pai já chegou na Florida? Ele saiu bem cedo. Eu ouvi ele saindo. - perguntei me sentando na mesa e de seguida cortando uma fatia do bolo de chocolate, que modéstia a parte, o bolo de chocolate da Amélia é o melhor do mundo.
-É, você sabe que ele sente muito de não poder estar presente, mas ele me pediu para que seu dia fosse o melhor de todos, porque minha querida sobrinha, só se faz 17 anos uma vez! - ele tira uma lista do bolso, consigo ler "O que fazer se a Briana estiver:", hum, interessante.
-Ai meu deus, Tio! Tenho que ir! - digo correndo para pegar minha mochila e saindo às pressas do apartamento.

Encontro Mia no elevador, ela parece estar chateada, porém a alegria se espalha pelo seu rosto ao me ver.
-Briana! - diz me abraçando forte largando a mochila no chão. - E aí, como se sente tendo 17 anos? E esse cabelo branco, hm?! Tá ficando velhinha! - ela ri e é inevitável eu também rir. Mas para toda a felicidade há uma tristeza, Noah aparece atrás de Mia, e se ela estava com cara triste, então Noah estava acabado.
-Bom dia Briana. - diz seco e grosso, sem nem olhar para mim.
-Bom dia Noah. - faço o mesmo.
E é assim até sair do elevador, a felicidade que antes se encontrava no rosto de Mia estava completamente escondido e aposto que meu rosto estava igual. A gente não se falou desde a nossa discussão, bem, penso que devo explicar tudo para vocês certo?
Então eu e Noah, nos conhecemos desde pequeninos, no dia em que me mudei para o apartamento ao lado do dele após o divórcio dos meus pais, sofri bastante não vou negar, era muito para uma criança, mas sinto que é o melhor que aconteceu na vida deles, pois eles são muito amigos, e cada um encontrou o amor da vida deles. Crescemos juntos, ele e eu, Noah esteve sempre ao meu lado. Nos dias em que a minha mãe ia embora após a sua estadia, breve estadia, aqui em casa, ela voltava para a sua cidade, e dizer que eu sentia saudades é meio óbvio, então Noah ia para minha casa e fazíamos a noite de cinema. É incrivelmente mau a maneira como o nosso conto de fadas acabou com uma discussão, mas depois de tudo o que ele me disse naquela noite, eu prefiro nem olhar na cara dele. Encontro Mia no elevador, ela parece estar chateada, porém a alegria se espalha pelo seu rosto ao me ver.
-Briana! - diz me abraçando forte largando a mochila no chão. - E aí, como se sente tendo 17 anos? E esse cabelo branco, hm?! Tá ficando velhinha! - ela ri e é inevitável eu também rir. Mas para toda a felicidade há uma tristeza, Noah aparece atrás de Mia, e se ela estava com cara triste, então Noah estava acabado.
-Bom dia Briana. - diz seco e grosso, sem nem olhar para mim.
-Bom dia Noah. - faço o mesmo.
E é assim até sair do elevador, a felicidade que antes se encontrava no rosto de Mia estava completamente escondido e aposto que meu rosto estava igual. A gente não se falou desde a nossa discussão, bem, penso que devo explicar tudo para vocês certo?
Então eu e Noah, nos conhecemos desde pequeninos, no dia em que me mudei para o apartamento ao lado do dele após o divórcio dos meus pais, sofri bastante não vou negar, era muito para uma criança, mas sinto que é o melhor que aconteceu na vida deles, pois eles são muito amigos, e cada um encontrou o amor da vida deles. Crescemos juntos, ele e eu, Noah esteve sempre ao meu lado. Nos dias em que a minha mãe ia embora após a sua estadia, breve estadia, aqui em casa, ela voltava para a sua cidade, e dizer que eu sentia saudades é meio óbvio, então Noah ia para minha casa e fazíamos a noite de cinema. É incrivelmente mau a maneira como o nosso conto de fadas acabou com uma discussão, mas depois de tudo o que ele me disse naquela noite, eu prefiro nem olhar na cara dele.

Bem, águas passadas, vida continua e quando dou por mim, já cheguei na Escola. 14 minutos, uau, um recorde para quem demorava 40 minutos no início do ano - risos internos - e mesmo chegando parcialmente atrasada, o único sentado na mesa da cafetaria era o Chase.
Chase é como um irmão mais velho para mim, ele me ajudou muito e eu ajudei ele na sua chegada à Escola, creio que temos uma conexão especial, e que basta um olhar, para ele entender o que quero dizer. Nunca passou disso, alunos da Escola já criaram mil teorias sobre um suposto romance entre eu e o Chase, mas eu aprecio tanto a relação dele com a Evelyn que as teorias para mim são apenas comédias.
-Boo! - digo saltando nas suas costas em uma tentativa falha de o assustar.
-Parabéns anjinho! Incrível como tu não envelhece, tá cada dia com uma cara mais nova! - ele ri e eu abraço-o de lado. - Quer um sumo?
-Muito obrigada pela gentileza, mas vou ter de recusar tal proposta, meu tio fez um café da manhã enorme.
-Bem, tá quase na hora da aula, vamos donzela? - ele diz estendendo o braço para me ajudar a levantar.
-Seu bobo! - rio e vamos para a sala. Bem, águas passadas, vida continua e quando dou por mim, já cheguei na Escola. 14 minutos, uau, um recorde para quem demorava 40 minutos no início do ano - risos internos - e mesmo chegando parcialmente atrasada, o único sentado na mesa da cafetaria era o Chase.
Chase é como um irmão mais velho para mim, ele me ajudou muito e eu ajudei ele na sua chegada à Escola, creio que temos uma conexão especial, e que basta um olhar, para ele entender o que quero dizer. Nunca passou disso, alunos da Escola já criaram mil teorias sobre um suposto romance entre eu e o Chase, mas eu aprecio tanto a relação dele com a Evelyn que as teorias para mim são apenas comédias.
-Boo! - digo saltando nas suas costas em uma tentativa falha de o assustar.
-Parabéns anjinho! Incrível como tu não envelhece, tá cada dia com uma cara mais nova! - ele ri e eu abraço-o de lado. - Quer um sumo?
-Muito obrigada pela gentileza, mas vou ter de recusar tal proposta, meu tio fez um café da manhã enorme.
-Bem, tá quase na hora da aula, vamos donzela? - ele diz estendendo o braço para me ajudar a levantar.
-Seu bobo! - rio e vamos para a sala.

Esse foi o 1 episódio, espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de dizer nos comentários se gostaram ou não, próximo capitulo virá amanhã.
Xauuuuu!
- resultado virá a seguir. (são todos iguais) Esse foi o 1 episódio, espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de dizer nos comentários se gostaram ou não, próximo capitulo virá amanhã.
Xauuuuu!
- resultado virá a seguir. (são todos iguais)

Continua... Refazer

Continua...

Amanhã vou tentar ao máximo fazer o 2 episódio, então fiquem atentos!
Xauuuuuu!
🌻🌼

Compartilhar

Continua... Refazer

Continua...

Amanhã vou tentar ao máximo fazer o 2 episódio, então fiquem atentos!
Xauuuuuu!
🌻🌼

Compartilhar

Calculando Resultado

Publicidade

clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star