Criar Quiz
Criar Quiz
Publicidade
- Um Reino Estranho (7/?) -

- Um Reino Estranho (7/?) -

Tags : Mistério sobrenatural Aventura Quiz RPG Romance

Acabamos de sair para a missão, Will conta com a gente para trazer o livro.

Cavalgando em nossos cavalos e sempre atentos a qualquer coisa suspeita, Nikki diz que vai dar tudo certo.. Já eu..

Tenho a impressão que estamos sendo seguidos..

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • Ad

Estamos cavalgando há algum tempo, e como sempre não faço ideia da noção do tempo..

Não conversamos muito depois que saímos de Umbra, mas tenho uma certa impressão que seja melhor assim. Talvez seja porquê eu sinto que estamos sendo seguidos.. Ou apenas esteja me preocupando demais..

Me pergunto se deveria contar a Nikki. Estamos cavalgando há algum tempo, e como sempre não faço ideia da noção do tempo..

Não conversamos muito depois que saímos de Umbra, mas tenho uma certa impressão que seja melhor assim. Talvez seja porquê eu sinto que estamos sendo seguidos.. Ou apenas esteja me preocupando demais..

Me pergunto se deveria contar a Nikki.

  • ...
  • ...

~ Visão de Will ~

Faz algumas horas que minha irmãzinha e seus colegas partiram para a missão. Antes que eles fossem, conversei com Nikki e disse que iria "Vigiá-los" pelo espelho da visão. Mas apenas se corressem algum tipo de perigo grave...

O espelho brilha em uma luz azul quando algo "Ruim" acontecer. Concluímos também que provavelmente o infiltrado do inimigo iria segui-los para saber o que estamos tramando contra ele.

Se eu estiver certo.. Nosso plano pode dar certo.

Estava em minha sala fazendo algumas anotações, até que escuto alguém bater na porta.

Will - Salem! O que deseja? - Pergunto para um dos meus assistente a minha frente.

Salem - Desculpe em interrompê-lo Senhor! Mas há um garoto que de todas as maneiras deseja falar com o senhor... - Ele se afasta e o garoto aparece.

Will - Kaleb? -.

Entramos em minha sala.

Will - Seu irmão vai ficar bem.. Não se preocupe.. -.

Kaleb - Como pode ter tanta certeza? - Ele fala com a cabisbaixo.

Will - Eu entendo sua preocupação pelo seu irmão, mas entenda.. Ele é um dos melhores guerreiros de Umbra! E ele precisa nos ajudar agora mais do que nunca.. Assim como todo mundo! - Ele ainda está cabisbaixo, ele sempre foi apegado ao irmão já que cresceu apenas com a mãe e o irmão - Se te deixar mais confortável você pode me ajudar com algumas coisas.. -.

Kaleb - O que? - Eu retiro uma parte do espelho e entrego a ele - O que é isso? -.

Will - Isso é um espelho da visão.. Alguns Feiticeiros usam para vigiar algo que deixam escondido, mas também serve para vigiar alguém como o seu irmão por exemplo.. -.

Kaleb - Mas eu não sou um feiticeiro! O que devo fazer? -.

Will - Escute.. Toda vez que o espelho começar a brilhar traga-o até mim, isso vai te avisar se algo acontecer.. -.

Kaleb - Por que está me entregando isso? Nem sei usar e.. - Ele abaixa a cabeça de novo - Pra ser sincero.. Não sou tão bom quanto o meu irmão.. -.

Will - Eu confio em você Kaleb! Seu pai foi um dos guerreiros mais destemidos que eu já conheci.. Assim como o seu irmão. O sangue de guerreiro também corre em suas veias, e eu sei que algum dia você vai fazer um ato tão heroico que irá entrar para história, não só de Umbra mas do mundo inteiro.. -.

Kaleb - Por que tem tanta certeza disso? -.

Will - Eu sigo a minha intuição... - Ele volta a olhar para o espelho - É melhor você ir antes que sua mãe fique preocupada.. -.

Kaleb - Ok.. - Ele anda até a porta, mas antes de sair se vira para mim novamente - Senhor Will.. -.

Will - Hm? -.

Kaleb - Obrigado.. - Ele sai da sala me deixando sozinho, enquanto assisto o pequeno sair.

Will - Não há de quê.. -. ~ Visão de Will ~

Faz algumas horas que minha irmãzinha e seus colegas partiram para a missão. Antes que eles fossem, conversei com Nikki e disse que iria "Vigiá-los" pelo espelho da visão. Mas apenas se corressem algum tipo de perigo grave...

O espelho brilha em uma luz azul quando algo "Ruim" acontecer. Concluímos também que provavelmente o infiltrado do inimigo iria segui-los para saber o que estamos tramando contra ele.

Se eu estiver certo.. Nosso plano pode dar certo.

Estava em minha sala fazendo algumas anotações, até que escuto alguém bater na porta.

Will - Salem! O que deseja? - Pergunto para um dos meus assistente a minha frente.

Salem - Desculpe em interrompê-lo Senhor! Mas há um garoto que de todas as maneiras deseja falar com o senhor... - Ele se afasta e o garoto aparece.

Will - Kaleb? -.

Entramos em minha sala.

Will - Seu irmão vai ficar bem.. Não se preocupe.. -.

Kaleb - Como pode ter tanta certeza? - Ele fala com a cabisbaixo.

Will - Eu entendo sua preocupação pelo seu irmão, mas entenda.. Ele é um dos melhores guerreiros de Umbra! E ele precisa nos ajudar agora mais do que nunca.. Assim como todo mundo! - Ele ainda está cabisbaixo, ele sempre foi apegado ao irmão já que cresceu apenas com a mãe e o irmão - Se te deixar mais confortável você pode me ajudar com algumas coisas.. -.

Kaleb - O que? - Eu retiro uma parte do espelho e entrego a ele - O que é isso? -.

Will - Isso é um espelho da visão.. Alguns Feiticeiros usam para vigiar algo que deixam escondido, mas também serve para vigiar alguém como o seu irmão por exemplo.. -.

Kaleb - Mas eu não sou um feiticeiro! O que devo fazer? -.

Will - Escute.. Toda vez que o espelho começar a brilhar traga-o até mim, isso vai te avisar se algo acontecer.. -.

Kaleb - Por que está me entregando isso? Nem sei usar e.. - Ele abaixa a cabeça de novo - Pra ser sincero.. Não sou tão bom quanto o meu irmão.. -.

Will - Eu confio em você Kaleb! Seu pai foi um dos guerreiros mais destemidos que eu já conheci.. Assim como o seu irmão. O sangue de guerreiro também corre em suas veias, e eu sei que algum dia você vai fazer um ato tão heroico que irá entrar para história, não só de Umbra mas do mundo inteiro.. -.

Kaleb - Por que tem tanta certeza disso? -.

Will - Eu sigo a minha intuição... - Ele volta a olhar para o espelho - É melhor você ir antes que sua mãe fique preocupada.. -.

Kaleb - Ok.. - Ele anda até a porta, mas antes de sair se vira para mim novamente - Senhor Will.. -.

Will - Hm? -.

Kaleb - Obrigado.. - Ele sai da sala me deixando sozinho, enquanto assisto o pequeno sair.

Will - Não há de quê.. -.

  • ...
  • ...

~ Visão de Aslam ~

Já escureceu, então Nikki disse que podíamos parar para descansar um pouco... Visto que não tínhamos parado nem por um segundo.

Amarramos os cavalos em um tronco de árvore, e graças a magia de Nikki conseguimos fazer uma fogueira sem muitos esforços.

Mas aquela sensação de perseguição ainda me incomodava.. Pode ser coisa da minha cabeça, mas eu tenho quase certeza de que estamos sendo seguidos..

Tento me distrair com algo até que escuto um barulho um pouco distante de nós.

Aslam - Vocês escutaram isso? - Falo enquanto olho em direção de onde tinha escutado o barulho.

Brookie - O que? -.

Kyo - Que barulho? -.

Aslam - Ah.. Nada.. Pensei que tinha ouvido algo - Voltei a olhar para a fogueira, até que percebo que Nikki está um pouco distante, então decido ir até ela.

Ela estava olhando concentrada para a o fundo da floresta.

Nikki - Não foi só você.. -.

Aslam - O que? -.

Nikki - Eu também ouvi.. - Me aproximo mais dela. Me pergunto se deveria contar.. - Quer me dizer algumas coisa? -.

Aslam - Você consegue ler mentes? - Ela ri um pouco e volta a falar.

Nikki - É um dom.. Acho que de alguma maneira sei quando alguém quer me contar algo. Só não sei o quer me contar.. -.

Aslam - Você vai me achar maluco.. Mas.. Acho que estamos sendo seguidos -.

Nikki - Não está.. Eu sei que tem alguém nos seguindo.. -.

Aslam - Como? -.

Nikki - Aquela garota que fica dando em cima de você.. Ela está nos seguindo.. Junto com alguns outros capangas -.

Aslam - E POR QUE VOCÊ NÃO NOS DISSE!? -.

Nikki - Porque eu sabia que essa seria sua reação.. -.

Aslam - Não vamos fazer nada? -.

Nikki - Eu tenho um plano.. -. ~ Visão de Aslam ~

Já escureceu, então Nikki disse que podíamos parar para descansar um pouco... Visto que não tínhamos parado nem por um segundo.

Amarramos os cavalos em um tronco de árvore, e graças a magia de Nikki conseguimos fazer uma fogueira sem muitos esforços.

Mas aquela sensação de perseguição ainda me incomodava.. Pode ser coisa da minha cabeça, mas eu tenho quase certeza de que estamos sendo seguidos..

Tento me distrair com algo até que escuto um barulho um pouco distante de nós.

Aslam - Vocês escutaram isso? - Falo enquanto olho em direção de onde tinha escutado o barulho.

Brookie - O que? -.

Kyo - Que barulho? -.

Aslam - Ah.. Nada.. Pensei que tinha ouvido algo - Voltei a olhar para a fogueira, até que percebo que Nikki está um pouco distante, então decido ir até ela.

Ela estava olhando concentrada para a o fundo da floresta.

Nikki - Não foi só você.. -.

Aslam - O que? -.

Nikki - Eu também ouvi.. - Me aproximo mais dela. Me pergunto se deveria contar.. - Quer me dizer algumas coisa? -.

Aslam - Você consegue ler mentes? - Ela ri um pouco e volta a falar.

Nikki - É um dom.. Acho que de alguma maneira sei quando alguém quer me contar algo. Só não sei o quer me contar.. -.

Aslam - Você vai me achar maluco.. Mas.. Acho que estamos sendo seguidos -.

Nikki - Não está.. Eu sei que tem alguém nos seguindo.. -.

Aslam - Como? -.

Nikki - Aquela garota que fica dando em cima de você.. Ela está nos seguindo.. Junto com alguns outros capangas -.

Aslam - E POR QUE VOCÊ NÃO NOS DISSE!? -.

Nikki - Porque eu sabia que essa seria sua reação.. -.

Aslam - Não vamos fazer nada? -.

Nikki - Eu tenho um plano.. -.

  • ...
  • ...

Todos já foram dormir, fiquei acordado pensando sobre o que a Nikki me disse olhando para a fogueira. Até que (S/M) aparece em meu lado.

(S/M) - O que ta fazendo acordado ainda? - Ele(a) pergunta se sentando do seu lado.

Aslam - Te faço a mesma pergunta.. -.

(S/M) - Não responda uma pergunta me fazendo outra.. -.

Aslam - Não consigo parar de pensar -.

(S/M) - Em que? -.

Aslam - Em tudo... -.

(S/M) - Ah.. Bom eu não te julgo as vezes tenho o mesmo problemas, mas vai dar tudo certo.. - Ele(a) diz enquanto olha pra mim.

Aslam - As vezes eu queria ter seu otimismo.. - Falo enquanto retribuo o olhar e sorrio.

(S/M) - Eu não diria otimismo.. Acho que falo o que eu queria escutar.. -.

Aslam - Não tem problema.. Te admiro mesmo assim.. - Ele(a) se aproxima de mim até nossos lábios se tocarem em um curto mas carinhoso beijo.

(S/M) - Vem.. é melhor irmos dormir antes que amanheça - Ele(a) pega minha mão e me leva até onde iríamos dormir. Todos já foram dormir, fiquei acordado pensando sobre o que a Nikki me disse olhando para a fogueira. Até que (S/M) aparece em meu lado.

(S/M) - O que ta fazendo acordado ainda? - Ele(a) pergunta se sentando do seu lado.

Aslam - Te faço a mesma pergunta.. -.

(S/M) - Não responda uma pergunta me fazendo outra.. -.

Aslam - Não consigo parar de pensar -.

(S/M) - Em que? -.

Aslam - Em tudo... -.

(S/M) - Ah.. Bom eu não te julgo as vezes tenho o mesmo problemas, mas vai dar tudo certo.. - Ele(a) diz enquanto olha pra mim.

Aslam - As vezes eu queria ter seu otimismo.. - Falo enquanto retribuo o olhar e sorrio.

(S/M) - Eu não diria otimismo.. Acho que falo o que eu queria escutar.. -.

Aslam - Não tem problema.. Te admiro mesmo assim.. - Ele(a) se aproxima de mim até nossos lábios se tocarem em um curto mas carinhoso beijo.

(S/M) - Vem.. é melhor irmos dormir antes que amanheça - Ele(a) pega minha mão e me leva até onde iríamos dormir.

  • ...
  • ...

No dia seguinte acordamos bem mais cedo do que o de costume, pegamos nossos cavalos e voltamos a nossa estrada para pegar aquele livro.

Estávamos cavalgando até Animus Sordidum pela floresta normalmente até que cai uma flecha no chão que por pouco atingiu o Freeza.

Henry - Mas oque? - Ele pergunta assustado olhando para a flecha que quase atingiu seu cavalo.

Brookie - De onde veio isso? - Ela observa em todos os lugares possíveis mas não vê nada.

Aslam - Veio de trás de uma das árvores -.

Nikki - Todos façam silêncio e não façam movimentos bruscos - Ela observa atentamente cada árvore.

Kyo desce de sua égua calmamente, e sem fazer nenhum barulho possível, pega e flecha e analisa ela.

Kyo - Essa flecha.. - Escutamos barulhos vindo atrás das árvores - Orcs! -.

Nesse momento vários Orcs saem de trás das árvores e começam a atacar brutalmente.

Conseguimos pegar nossas armas a tempo para nos defender e e revidar a tempo. Peguei minha arma e comecei atacar um dos Orcs que estavam a minha esquerda tentando me atacar por trás, a minha direita estava Nikki que se defendia e atacava os orcs com magia, a minha frente estava Kyo que atacava os orcs em longa distância com seu arco, atrás de mim estava Brookie que com suas adagas atacava os Orcs com um pouco mais de brutalidade, e a minha esquerda estava Henry que se defendia com sua espada.

Ao perceber que os Orcs estavam perdendo, começaram a fugir, mas não antes que um deles ferisse gravemente seu braço com uma flecha enquanto protegia seu cavalo.

Quando todos eles sumiram e alguns morressem você pode sentir o quão insuportável e dolorosa era a dor da flechada em seu braço. Seus colegas de aproximaram de você tentando te ajudar.

Kyo - Ele foi ferido por uma flecha envenenada - Ele diz assustado enquanto analisava seu braço.

Nikki - Que tipo de envenenamento? - Ele pergunta no mesmo tom.

Kyo - De uma planta que Orcs usam para envenenar suas vitimas - Ele fala enquanto rasga um pedaço de pano de sua capa e coloca em seu braço.

Enquanto ele fazia um espécie de "curativo" para o seu braço, tentava cerrar a insuportável dor entre os dentes, sentia o seu braço queimar por dentro o que te fez gritar de dor.

Kyo - Nikki vou precisar que você segure o veneno para que ele não se espalhe com magia! Brookie segure ele para não ficar se mexendo isso evita o veneno se espalhar! E Henry quero que você me traga uma flor de Plant Sanguine RÁPIDO! - Todos obedecem e você continua sentir seu braço queimar.

Um tempo depois Henry volta com a flor e Kyo faz um tipo de soro com algumas coisas que ele tinha em seus pertences e colocou em seu braço o que te fez gritar mais ainda de dor.

Kyo - Nikki preciso que você aumente mais a magia - Ela obedece e Brookie e Henry precisaram te segurar mais ainda - Não ta funcionando! -. No dia seguinte acordamos bem mais cedo do que o de costume, pegamos nossos cavalos e voltamos a nossa estrada para pegar aquele livro.

Estávamos cavalgando até Animus Sordidum pela floresta normalmente até que cai uma flecha no chão que por pouco atingiu o Freeza.

Henry - Mas oque? - Ele pergunta assustado olhando para a flecha que quase atingiu seu cavalo.

Brookie - De onde veio isso? - Ela observa em todos os lugares possíveis mas não vê nada.

Aslam - Veio de trás de uma das árvores -.

Nikki - Todos façam silêncio e não façam movimentos bruscos - Ela observa atentamente cada árvore.

Kyo desce de sua égua calmamente, e sem fazer nenhum barulho possível, pega e flecha e analisa ela.

Kyo - Essa flecha.. - Escutamos barulhos vindo atrás das árvores - Orcs! -.

Nesse momento vários Orcs saem de trás das árvores e começam a atacar brutalmente.

Conseguimos pegar nossas armas a tempo para nos defender e e revidar a tempo. Peguei minha arma e comecei atacar um dos Orcs que estavam a minha esquerda tentando me atacar por trás, a minha direita estava Nikki que se defendia e atacava os orcs com magia, a minha frente estava Kyo que atacava os orcs em longa distância com seu arco, atrás de mim estava Brookie que com suas adagas atacava os Orcs com um pouco mais de brutalidade, e a minha esquerda estava Henry que se defendia com sua espada.

Ao perceber que os Orcs estavam perdendo, começaram a fugir, mas não antes que um deles ferisse gravemente seu braço com uma flecha enquanto protegia seu cavalo.

Quando todos eles sumiram e alguns morressem você pode sentir o quão insuportável e dolorosa era a dor da flechada em seu braço. Seus colegas de aproximaram de você tentando te ajudar.

Kyo - Ele foi ferido por uma flecha envenenada - Ele diz assustado enquanto analisava seu braço.

Nikki - Que tipo de envenenamento? - Ele pergunta no mesmo tom.

Kyo - De uma planta que Orcs usam para envenenar suas vitimas - Ele fala enquanto rasga um pedaço de pano de sua capa e coloca em seu braço.

Enquanto ele fazia um espécie de "curativo" para o seu braço, tentava cerrar a insuportável dor entre os dentes, sentia o seu braço queimar por dentro o que te fez gritar de dor.

Kyo - Nikki vou precisar que você segure o veneno para que ele não se espalhe com magia! Brookie segure ele para não ficar se mexendo isso evita o veneno se espalhar! E Henry quero que você me traga uma flor de Plant Sanguine RÁPIDO! - Todos obedecem e você continua sentir seu braço queimar.

Um tempo depois Henry volta com a flor e Kyo faz um tipo de soro com algumas coisas que ele tinha em seus pertences e colocou em seu braço o que te fez gritar mais ainda de dor.

Kyo - Nikki preciso que você aumente mais a magia - Ela obedece e Brookie e Henry precisaram te segurar mais ainda - Não ta funcionando! -.

  • ...
  • ...

~ Visão de Will ~

Eu estava com Julius e mais alguns membros do castelo resolvendo alguns assuntos até que ouço alguém gritar meu nome.

??? - WILL!!!!!!!!!!!!!! -.

Will - Kaleb! O que foi? - Eu corro em direção ao garoto e Julius me acompanha.

Kaleb - O espelho! Ele começou a brilhar! E eu vi isso! mas não sabia oque fazer! - Ele mostra o Espelho e lá aparece o Aslam deitado no chão com um grave ferimento no braço, Brookie e Henry o segurando, Kyo colocando algo sobre o ferimento e Nikki tentando segurar com magia, aparentemente não estão conseguindo.

Julius - Droga é o Aslam! - Ele observa o espelho assustado enquanto Will tenta achar uma solução.

Will - Ela não vai conseguir segurar o ferimento sozinha! Temos que ajudar! -.

Julius - Você sabe transmitir a magia para onde eles estão? -.

Will - Sim! Mas eles estão um pouco longe então vou precisar da sua ajuda! - Eu me aproximo dele e pego sua mão e ele faz o mesmo - Tem muita magia? -.

Julius - Pega o quanto precisar! - Com as mãos juntas, ali se formava uma magia que parecia sair de nossos corpos para ir até onde Aslam estava ferido. ~ Visão de Will ~

Eu estava com Julius e mais alguns membros do castelo resolvendo alguns assuntos até que ouço alguém gritar meu nome.

??? - WILL!!!!!!!!!!!!!! -.

Will - Kaleb! O que foi? - Eu corro em direção ao garoto e Julius me acompanha.

Kaleb - O espelho! Ele começou a brilhar! E eu vi isso! mas não sabia oque fazer! - Ele mostra o Espelho e lá aparece o Aslam deitado no chão com um grave ferimento no braço, Brookie e Henry o segurando, Kyo colocando algo sobre o ferimento e Nikki tentando segurar com magia, aparentemente não estão conseguindo.

Julius - Droga é o Aslam! - Ele observa o espelho assustado enquanto Will tenta achar uma solução.

Will - Ela não vai conseguir segurar o ferimento sozinha! Temos que ajudar! -.

Julius - Você sabe transmitir a magia para onde eles estão? -.

Will - Sim! Mas eles estão um pouco longe então vou precisar da sua ajuda! - Eu me aproximo dele e pego sua mão e ele faz o mesmo - Tem muita magia? -.

Julius - Pega o quanto precisar! - Com as mãos juntas, ali se formava uma magia que parecia sair de nossos corpos para ir até onde Aslam estava ferido.

  • ...
  • ...

~ Visão de Aslam ~

Kyo - Não tá funcionando! - Ele diz e Nikki aumenta ainda mais a magia.

Nikki - Eu não vou aguentar por tanto tempo! - Ela fala forçando sua magia o máximo que conseguia.

(S/M) - Vamos Aslam! Aguente.. Por favor.. - Ele(a) diz em tom baixo procurando por esperança.

Naquele exato momento e veneno parou de aumentar e o ferimento começou a se curar, a dor se amenizava e você sentia seu braço voltar ao normal.

Quando perceberam que o ferimento estava curando, Nikki parou de forçar a sua magia e quase caia pois perdeu muita magia e estava fraca, Já Kyo, Brookie e Henry soltaram um grande suspiro de alivio.

Você conseguia abrir os olhos lentamente e ainda com dificuldades, mas conseguiu se levantar um pouco e a primeira coisa que viu foi o (S/M) olhando para você com alivio e com um pouco de lágrima nos olhos.

(S/M) Pulou em cima de você te abraçando e você retribuiu abraçando ele(a) um pouco mais forte.

(S/M) - Por um minuto eu.. - Ele(a) diz enquanto olha para você com lágrima em seus olhos - Eu pensei que.. - Enquanto Ele(a) tentava dizer você limpava as lágrimas que escorriam pelo rosto dele(a).

Aslam - Pensou o que? Eu não ia te abandonar tão fácil -Você diz e acaricia o cabelo dele(a). Depois você volta a olhar para todos os seus amigos - Obrigado... -.

Nikki - Não há de que! - Ela fala enquanto se recuperava e todos riem. ~ Visão de Aslam ~

Kyo - Não tá funcionando! - Ele diz e Nikki aumenta ainda mais a magia.

Nikki - Eu não vou aguentar por tanto tempo! - Ela fala forçando sua magia o máximo que conseguia.

(S/M) - Vamos Aslam! Aguente.. Por favor.. - Ele(a) diz em tom baixo procurando por esperança.

Naquele exato momento e veneno parou de aumentar e o ferimento começou a se curar, a dor se amenizava e você sentia seu braço voltar ao normal.

Quando perceberam que o ferimento estava curando, Nikki parou de forçar a sua magia e quase caia pois perdeu muita magia e estava fraca, Já Kyo, Brookie e Henry soltaram um grande suspiro de alivio.

Você conseguia abrir os olhos lentamente e ainda com dificuldades, mas conseguiu se levantar um pouco e a primeira coisa que viu foi o (S/M) olhando para você com alivio e com um pouco de lágrima nos olhos.

(S/M) Pulou em cima de você te abraçando e você retribuiu abraçando ele(a) um pouco mais forte.

(S/M) - Por um minuto eu.. - Ele(a) diz enquanto olha para você com lágrima em seus olhos - Eu pensei que.. - Enquanto Ele(a) tentava dizer você limpava as lágrimas que escorriam pelo rosto dele(a).

Aslam - Pensou o que? Eu não ia te abandonar tão fácil -Você diz e acaricia o cabelo dele(a). Depois você volta a olhar para todos os seus amigos - Obrigado... -.

Nikki - Não há de que! - Ela fala enquanto se recuperava e todos riem.

  • ...
  • ...

~ Visão de Will ~

Julius - Funcionou? -.

Voltamos a olhar o espelho e vimos o Aslam e o(a) (S/M) Se abraçando, então aparentemente estava tudo bem..

Will - Esses dois.. - Rimos um pouco e eu voltei a olhar Kaleb - Bom trabalho garoto - Falo enquanto bagunço o seu cabelo.

Kaleb - Ei! - Rimos com aquela situação e depois voltamos a fazer nossos afazeres. ~ Visão de Will ~

Julius - Funcionou? -.

Voltamos a olhar o espelho e vimos o Aslam e o(a) (S/M) Se abraçando, então aparentemente estava tudo bem..

Will - Esses dois.. - Rimos um pouco e eu voltei a olhar Kaleb - Bom trabalho garoto - Falo enquanto bagunço o seu cabelo.

Kaleb - Ei! - Rimos com aquela situação e depois voltamos a fazer nossos afazeres.

  • ...
  • ...

~ Visão de Aslam ~

Devido ao meu ferimento não pude mais cavalgar sozinho, então eu fui junto com (S/M) e o Trovoada nos seguindo. Já estava anoitecendo novamente, e devido ao ocorrido tivemos que acelerar o ritmo dos cavalos. Devido ao soro que Kyo te deu, você ficou mais cansado e sonolento mas ainda ficava atento caso chegassem a Animus Sordidum.

Você já estava quase adormecendo até que os cavalos pararam de andar e você avistou imensos muros e um portão gigante. E antes que alguém pudesse falar algo Nikki tomou a frente.

Nikki - Pessoal Bem-vindos a Animus Sordidum -. ~ Visão de Aslam ~

Devido ao meu ferimento não pude mais cavalgar sozinho, então eu fui junto com (S/M) e o Trovoada nos seguindo. Já estava anoitecendo novamente, e devido ao ocorrido tivemos que acelerar o ritmo dos cavalos. Devido ao soro que Kyo te deu, você ficou mais cansado e sonolento mas ainda ficava atento caso chegassem a Animus Sordidum.

Você já estava quase adormecendo até que os cavalos pararam de andar e você avistou imensos muros e um portão gigante. E antes que alguém pudesse falar algo Nikki tomou a frente.

Nikki - Pessoal Bem-vindos a Animus Sordidum -.

  • ...
  • ...
O Reino Sujo Refazer

O Reino Sujo

Todos pareciam bastante surpresos com, a exceção de Kyo. Nos aproximamos do portão e lá em uma pequena portinha Nikki se aproximou e bateu, ao abrir aquela pequena porta apenas vimos os olhos de alguém, e esse alguém deveria ser bem velho devido as rugas. Então essa pessoa aproximou a boca da portinha e apenas fez uma pergunta.

??? - Qual é a senha? -.

Nikki - Si vos es vultus ad quod suus 'bonus, vos adepto melius out - Enquanto ela dizia Kyo sussurrava a mesma coisa, parecia que ele já tinha estado ali antes.

Quando Nikki terminou, no mesmo instantes os portões se abriram e entramos.

Kyo estava certo.. Esse tal rei não se preocupa nada, nem com o seu reino, nem com o seu povo.

Compartilhar

O Reino Sujo Refazer

O Reino Sujo

Todos pareciam bastante surpresos com, a exceção de Kyo. Nos aproximamos do portão e lá em uma pequena portinha Nikki se aproximou e bateu, ao abrir aquela pequena porta apenas vimos os olhos de alguém, e esse alguém deveria ser bem velho devido as rugas. Então essa pessoa aproximou a boca da portinha e apenas fez uma pergunta.

??? - Qual é a senha? -.

Nikki - Si vos es vultus ad quod suus 'bonus, vos adepto melius out - Enquanto ela dizia Kyo sussurrava a mesma coisa, parecia que ele já tinha estado ali antes.

Quando Nikki terminou, no mesmo instantes os portões se abriram e entramos.

Kyo estava certo.. Esse tal rei não se preocupa nada, nem com o seu reino, nem com o seu povo.

Compartilhar

Calculando Resultado
Ver meu resultado
Visitar Anúncio
Publicidade
clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star