Criar Quiz
Criar Quiz
EXO RPG: O vizinho novo [Chanyeol, Kai & Sehun]

EXO RPG: O vizinho novo [Chanyeol, Kai & Sehun]

Tags : Quiz RPG fanfic Exo K-Pop

Oii! Dessa vez, trago um quiz +18 do EXO *-*

Se você é fã de exo, fanfics e quiz, pode ter certeza que está no lugar certo! Esse quiz foi feito especialmente para você!

Um vizinho novo (e muito gato) mudou pro apartamento ao lado do seu... Quem seria ele? Chanyeol, Kai ou Sehun? É isso que você descobrirá nesse quiz instigante e sexy!

Eu passei uns 2 dias montando esse quiz pra ficar o mais completo e interativo possível, para que parecesse uma fanfic mesmo! Por isso, caso queiram criticar algo, não sejam tão duros, por favor <3

Quem quiser a continuação desse quiz ou até dar alguma sugestão, me segue no twitter @amy_melo e manda sua mensagem por lá :)

Espero que gostem <3

Iniciar o Quiz
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18

É meia noite. Seu prédio está em silêncio total. Você está se preparando para dormir, como de costume, e não vê a hora de deitar em sua cama e relaxar. Você termina de escovar os dentes e se deita, como tanto queria. Após uns 10 minutos, você ainda não adormeceu. De repente, começa a ouvir um som alto ecoando do quarto ao lado. Além de não conseguir pegar no sono, ainda vai ter que ouvir barulho? Aí é demais! Rapidamente, você se levanta do jeito que está mesmo para resolver a situação. Como é o pijama que você está vestindo?

Fula da vida, você sai do seu aposento e se dirige ao apartamento 205, ao lado do seu, e bate na porta.
- Maldito vizinho novo! Mal chegou aqui e já acha que é o dono de tudo! Deve ser um idiota, como todos os homens. Aaah, mas quando ele me atender vai ouvir umas verdades e...
Antes que pudesse terminar seu raciocínio, um boy lindo, alto e gostoso abre a porta bem a sua frente. SÓ DE TOALHA. Você fica em transe por um bom tempo, até conseguir proferir algumas palavras.
- S-sabe o que que é... sei que você é novo aqui e tal, não que eu esteja te observando... enfim, só não acho legal esse som alto de noite..
Como ele reage?

  • Ele te olha de cima a baixo enquanto discretamente morde o lábio superior da boca. - Belo pijama. - ele diz. Você olha para seu próprio corpo, cobre o que for possível com os braços e revira os olhos para baixo, sem graça. - Só tô brincando. Vejo que estava pronta para dormir e eu atrapalhei seu sono. Eu só queria escutar algo no banho. Sabe como é né, dar uma relaxada... - diz, passando a mão despretensiosamente no peito coberto por gotas de água. - Se era só isso, vou abaixar o som. Boa noite. - ele dá uma piscadinha antes de fechar a porta.
  • Ele solta uma risada debochada, enquanto passa a mão na testa. - Qual o seu nome? - ele pergunta, com ar superior. Você responde baixinho. - Olha, senhorita S/N, eu não te conheço e por isso mesmo não me envolvo em seus rituais noturnos. Então, espero que não se meta mais nos meus, certo? Tenha uma ótima noite. - finaliza, batendo a porta na sua cara.
  • Ele baixa os olhos, abre um sorriso tímido e passa a mão entre os fios de cabelo molhados. - Claro, você está certa. Fui tomar um banho pra relaxar, liguei um som e acabei me empolgando. Prometo tomar mais cuidado com isso... Ahn, você mora aqui no 203? - pergunta, ao notar sua porta aberta. Você afirma com a cabeça. - Legal, vamos nos ver bastante daqui pra frente... Boa noite! - ele termina, fechando a porta.

No dia seguinte, você acorda de bom humor mesmo após o problema com seu vizinho novo. Tudo estava resolvido, não há mais motivos para se preocupar, certo? Toma seu café da manhã e se apronta para ir trabalhar. Seu local de trabalho é bem despojado e moderno, portanto você tem liberdade para se vestir de forma mais informal. Qual será seu look de hoje?

Assim que você sai, percebe o elevador fechando no fim do corredor.
- Segura pra mim, por favor! - você grita, pra quem quer que esteja lá dentro.
Quando entra no elevador, dá de cara com o tal vizinho. Como é o estilo dele?

Vocês se cumprimentam amigavelmente e viram a cara um para o outro. A viagem de elevador parece durar 1h de tanto constrangimento. Ao deixarem o prédio, você torce o pé na beira da calçada e dá um grito de dor. Ele rapidamente se vira.

  • - Ei, o que houve? Você está bem? - ele questiona, se abaixando até você, preocupado. - Se quiser, eu posso te levar até o hospital, meu carro tá bem ali.
  • - De novo você me dando problema... - diz, revirando os olhos. - Consegue se levantar? Eu tô meio atrasado pra um compromisso, mas tenho tempo pra levar você até o hospital.
  • - Wow, deve ter doído! Eu te ajudo. - ele se prontifica, já passando a mão pela sua cintura e ajudando a te reerguer. - Quer ir até o hospital? Eu te levo.

Mesmo a contra gosto, você aceita a proposta. Tá doendo muito pra recusar uma carona até o hospital. O caminho todo vocês vão em silêncio, até ele colocar uma música pra tocar no rádio. Qual música ele escolhe?

  • Drake - Hotline Bling
  • Ed Sheeran - Shape Of You
  • Billie Eilish - bad guy

Você chega no hospital, passa no médico, faz um raio-x e, aparentemente, foi apenas uma torção. O médico te passa alguns analgésicos e recomenda que não faça muito esforço durante o dia de hoje. Ao sair do consultório, você vê o rapaz parado no corredor, com as mãos no bolso. Decide ir até ele. O que você diz?

  • - Não é nada grave, só uma torção... Valeu por me ajudar e me trazer até o hospital. E ainda ficou me esperando! Engraçado que ainda nem sei o seu nome...
  • - O médico disse que é apenas uma torção, tá tudo bem. Só preciso ficar de repouso no dia de hoje. Pra não piorar, sabe... Obrigada por me trazer aqui. Aliás, ainda não sei o seu nome...
  • - Uau, ainda está aqui? Pensei que queria se livrar logo do problema que eu sou... Bem ou mal, obrigada. Nem sei qual é o seu nome, mas, já pode ir se quiser. Eu me viro daqui pra frente.

E o que ele te responde?

  • - Pra me livrar de um problema, preciso ter certeza de que não irá me causar outros piores no futuro. Entendeu? - diz, ironicamente. - Eu já me atrasei mais do que devia. Tem um ponto de táxi aqui na frente, pode ir até lá. - completou, virando as costas e seguindo pelo corredor. - Ah! - exclamou longe. - Eu me chamo S/R. Só pra deixar anotado.
  • - Pode me chamar de S/R. E você é...? - você diz o seu nome. - S/N! - ele repete alto. - É um belo nome... Quer que eu te leve pra casa? Meu chefe já deve estar querendo me comer vivo por atrasar de novo, um pouco mais não vai fazer diferença. - ele diz, comprovando seu jeito meio "rebelde". Você agradece a proposta, porém recusa e diz que pode ir embora sozinha.
  • - Ah, claro... Me chamo S/R. - ele diz. - Posso saber seu nome também? - você sorri e responde. - É um prazer, S/N. Quanto ao acidente, que bom que foi só um susto. - ele sorri e olha rapidamente para o relógio. - Eu estou um pouco atrasado para o trabalho. Você acha que consegue ir embora sozinha? Posso até mesmo chamar um táxi e.. - você o interrompe, agradece e diz que não precisa.

Você vai sozinha té o ponto de táxi. Enquanto espera um carro, já aproveita para ligar pro seu chefe e explicar porque não poderia ir hoje. Ao chegar em casa, troca de roupa, deita na cama e tira um longo cochilo. De repente, você acorda com o som de batidas na porta. Olha para a janela e percebe que já escureceu. Vai até a porta e se surpreende ao ver S/R ali, parado, com uma sacola nas mãos.

  • - Acabei de chegar do trabalho e decidi ver como você estava. Também trouxe uma pomada, acho que vai ajudar na dor... - diz, completamente sem graça e com um jeito fofo. - Fiz mal de aparecer?
  • - Oi, S/N! Tá melhor? - ele corre o olhar malicioso por toda a sua perna, até chegar no seu pé. - Ainda tá um pouco roxo, né? Trouxe essa pomada aqui, um amigo me recomendou. Acho que vai ajudar.
  • - Oi, problema. Passei só pra garantir que estava viva. - ele solta uma risada sarcástica. - Na verdade, passei na farmácia hoje, vi essa pomada e resolvi te trazer. Sabe como é, não quero ter peso na consciência por não ajudar...

Bem ou mal, você agradece. Convida S/R para entrar e, inesperadamente, ele aceita. Ele se senta no sofá, enquanto você vai até a cozinha buscar alguma bebida pra vocês. Ao pegar os copos de vidro, você percebe o quanto suas mãos estão tremendo de nervoso. Você volta pra sala e senta ao lado dele. Você está com o mesmo pijama do outro dia e percebe que ele não para de secar seu corpo. "Homens... como sempre, uns safados.", você
pensa. Pra quebrar a tensão, você pergunta se ele está gostando de morar no prédio.

  • - Apesar de ter uma vizinha-problema, tô gostando sim. - ele diz rindo. Você faz uma careta pra ele e ri também. - É bem melhor do que o lugar que eu morava antes.- ele conclui. Alguns segundos passam em silêncio. - Aaaah, que bom que amanhã é sábado. - ele se espreguiça no sofá. - Vou aproveitar pra conhecer o bar do prédio, parece que tem uns drinks ótimos lá. Tá afim de me acompanhar?
  • - Eu tô sim. É um bairro bastante calmo, o pessoal é bem tranquilo também... Quer dizer, eu acho que é. A única que conheci até agora foi você.- ele dá uma risadinha. - Aliás, aceita tomar um drink comigo no bar do prédio amanhã? Não quero ser indelicado, mas... - ele explica. - Me sinto um pouco sozinho aqui.
  • - Tô curtindo sim, já fiz até amizade com o porteiro, com o segurança... - ele ri, despretensioso. - Inclusive, eles me indicaram o bar aqui do prédio. Falaram que tem drinks muito exóticos. Tô pensando em descer lá, amanhã a noite. Topa ir comigo? Se precisar, até te carrego no colo. - ele pisca pra você.

Você pensa um pouco e decide aceitar o convite. Não vai ter nada pra fazer mesmo, que mal há em tomar uns drinks com um colega, certo? Vocês conversam um pouco mais sobre amenidades da vida, até ele se levantar e
dizer que está na hora de ir. Ele te dá um beijo no rosto, enquanto encosta delicadamente na curvinha de sua cintura. Você sente seu corpo estremecer. Ao fechar a porta, sua ansiedade começa imediatamente. Toma um chá e acaba pegando no sono.

[QUEBRA DE TEMPO]

19h no dia de sábado. Você já começa a se arrumar porque marcaram de se encontrar no bar, ás 20h. Como você se veste?

Qual sapato você escolhe?

E qual cabelo?

E pra finalizar, qual make?

Perfeito, você está pronta! 20h em ponto no relógio. Você solta um longo suspiro e entra no elevador. Ao entrar no bar, você já avista S/R de costas no balcão. Quando ele se vira, mal consegue disfarçar a expressão encantada dele ao te ver. Você chega perto dele, dá um beijo no rosto, senta na cadeira do lado e pede um dry martini. Ele diz:

  • - Uau, você tá gost... Quer dizer, gata pra caramba.
  • - Tudo isso é pra mim? Aaah, e eu pensando que você me odiava.
  • - Você tá linda, S/N! Ótima escolha de drink também.

Vocês conversam bastante e acabam descobrindo coisas um sobre o outro que nunca imaginariam. Você, por exemplo, percebe que ele é mais fofo e amável do que se deixa mostrar normalmente. Conversa vai, conversa vem, o relógio já marca 2h da manhã. Vocês beberam alguns drinks, mas não o suficiente para ficarem bêbados. Ele te leva até a sua porta. Você agradece a noite e diz que espera encontrá-lo mais vezes. Quando você vai fechar a porta, ele chama seu nome.

  • - É, eu nem sei como te dizer isso... Sei que eu tenho um jeito meio estranho de ser, um pouco frio... - ele procura por palavras. - Eu não sei demonstrar quando tô afim de alguém, e acho que é isso que tá acontecendo. Não sei se você sente o mesmo, mas... topa esticar um pouco mais essa noite?
  • - A noite foi ótima pra mim. Sabe, S/N... tenho gostado muito de te conhecer ultimamente. Eu não quero ser precipitado, mas acho que estou sentindo algo por você... - ele coça a nuca e olha intensamente dentro dos seus olhos. - É errado eu sentir vontade de passar o resto da noite contigo?
  • - Só quero dizer mais uma vez que você tá linda hoje, assim como todos os dias. Sabe, - ele suspira. - eu acho que tô sentindo algo por você. Ainda não sei bem o que é, mas... gostaria que você me ajudasse a entender. - ele desvia o olhar para o chão e volta a te fitar, maliciosamente. - Eu posso entrar?

Ao escutar as palavras dele, por um breve momento você perde completamente sua sanidade. Olha para aquele homem e percebe que está se deixando seduzir da forma mais idiota possível. E mais gostosa também. Sem responder nada, você o puxa para um beijo. Ele envolve todo seu corpo com as mãos e usa o peso dele para te conduzir até o quarto, até a cama... Vocês não sabem bem porque estão fazendo isso, mas estão pouco se importando também. É bom. É mútuo. É quente.
Aos poucos vocês se deixam levar por carícias, toques, cheiros e gemidos de prazer. Tudo nesse homem é envolvente. Ambos chegam ao ápice e , juntos, caem de sono na sua cama.
No dia seguinte, você acorda e ele não está ao seu lado. Antes que você possa levantar, ele aparece com uma bela bandeja de café da manhã. Ele a deixa no canto da cama, senta na sua frente e pega uma de suas mãos.

  • - Eu disse que não queria me precipitar, mas percebi que já é tarde demais. Eu gosto de você, S/N. - ele confessa, um pouco emocionado. - Nossa noite foi maravilhosa e só me fez ter mais certeza dos meus sentimentos. E eu não quero mais escondê-los. Você quer namorar comigo?
  • - Você é uma garota especial, S/N. Seu jeito, sua personalidade, seu corpo... tudo em você é atraente pra caramba. E também deu pra perceber que temos uma química incrível - ele dá uma risadinha. - Eu não sou o tipo de cara que entra em relacionamentos sérios, Mas eu quero tentar com você. Você aceita ser minha?
  • - É, agora eu tenho certeza. Realmente caí na armadilha da vizinha-problema. - ele brinca. - Eu tô muito afim de você, S/N. Você é meio complicada e tal, mas eu quero muito aprender a lidar contigo. E também quero que você aprenda a lidar com o meu péssimo temperamento. Namora comigo?

O pedido te pega de surpresa! Mas, dentro de você, já havia uma resposta bastante clara. Antes da sua resposta, pronta para descobrir quem é seu vizinho gato? [Essa pergunta não influencia no resultado]

  • SIM *-*
  • CLARO *-*
Chanyeol Refazer

Chanyeol

- Eu também gosto de você, Chanyeol! Claro que eu quero namorar contigo!

Você pula da cama e dá um super abraço nele, quase fazendo ele cair pra trás. Ele solta uma risada gostosa e vocês se olham, cara a cara.

Ele tira um fio de cabelo do seu rosto, puxa delicadamente sua nuca e te dá um beijo apaixonado.

Compartilhar

Kai Refazer

Kai

- Eu aceito! Com certeza aceito!

Ele mal espera você terminar de responder e já vai em direção ao seu corpo. Te beija com vontade e já começa a passar as mãos pelo seu corpo de novo.

- Pronta pro segundo round? - ele pergunta, ao se separar da sua boca por um breve momento.

- Até pro terceiro. - você ri maliciosamente.

Depois disso, até esqueceram na bandeja de café da manhã...

Compartilhar

Sehun Refazer

Sehun

- Ahá, eu sabia que você gostava de um problema! Lógico que quero namorar contigo!

- Vem cá, espertinha. - ele diz, te puxando pra cima dele.

Você senta no colo dele, ele envolve os braços na sua cintura e fica te olhando fixamente.

- Tô feliz. - ele diz.

- Eu também. - você responde, deixando um beijo delicado nos lábios dele.

Compartilhar

Calculando Resultado
clock redo facebook twitter whatsapp search x home profile pencil logout quiz list test user star