Criar Quiz
Criar Quiz
Publicidade
Livro do aluno (biologia)

Livro do aluno (biologia)

Tags : Livro do aluno unidade 1 biologia

Ajuda?
Vamos estudar um pouquinho?
tudo retirado de um site.
Unidade 1

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • Ad

Cérebro

O cérebro é o "computador central" de nosso corpo, localizado dentro da caixa craniana, faz parte do sistema nervoso, para onde convergem todas as informações que recebemos.
O cérebro representa apenas 2% da nossa massa corporal porém consome mais de 20% do nosso oxigênio. Comanda as atividades como o controle da ações motoras, a integração dos estímulos sensoriais e as atividades neurológicas como a memória e a fala.
Anatomia do Cérebro Humano
O cérebro é formado por dois tecidos superpostos. O córtex cerebral, mais externo, é o mais extenso, de coloração cinza, composto pelos corpos celulares dos neurônios e outras células nervosas.
O tecido de coloração branca é o núcleo cerebral, rico em fibras nervosas que estabelecem comunicação entre o córtex cerebral, os órgãos sensoriais e os músculos de todo o corpo.
Lóbulos do Cérebro (Lobos Cerebrais)
O cérebro está dividido em quatro lóbulos com ligações entre si, no centro das fissuras. Cérebro

O cérebro é o "computador central" de nosso corpo, localizado dentro da caixa craniana, faz parte do sistema nervoso, para onde convergem todas as informações que recebemos.
O cérebro representa apenas 2% da nossa massa corporal porém consome mais de 20% do nosso oxigênio. Comanda as atividades como o controle da ações motoras, a integração dos estímulos sensoriais e as atividades neurológicas como a memória e a fala.
Anatomia do Cérebro Humano
O cérebro é formado por dois tecidos superpostos. O córtex cerebral, mais externo, é o mais extenso, de coloração cinza, composto pelos corpos celulares dos neurônios e outras células nervosas.
O tecido de coloração branca é o núcleo cerebral, rico em fibras nervosas que estabelecem comunicação entre o córtex cerebral, os órgãos sensoriais e os músculos de todo o corpo.
Lóbulos do Cérebro (Lobos Cerebrais)
O cérebro está dividido em quatro lóbulos com ligações entre si, no centro das fissuras.

  • >
  • >

As denominações de lóbulo frontal, parietal, temporal e occipital, estão associadas aos ossos do crânio.
Lobo Frontal
É o maior dos quatro, se estende por trás da testa. Responsável pelos mais simples movimentos físicos, como também pelas funções do aprendizado, do pensamento, da memória e da fala. As denominações de lóbulo frontal, parietal, temporal e occipital, estão associadas aos ossos do crânio.
Lobo Frontal
É o maior dos quatro, se estende por trás da testa. Responsável pelos mais simples movimentos físicos, como também pelas funções do aprendizado, do pensamento, da memória e da fala.

  • >
  • >

Tipos de Solo
Formação e composição do solo
O solo é resultado da ação de vários elementos: água, clima, organismos vivos, relevo, tipo de rocha e o tempo de atuação desses fatores. Em função da ação conjunta dos diversos fatores, originam-se diversos tipos de solo.
A decomposição das rochas por ação dos agentes físicos, químicos ou biológicos dão origem aos componentes minerais. A incorporação e a decomposição de elementos orgânicos animais e vegetais (húmus), dão fertilidade ao solo.
Classificação dos solos
Com relação a cor, a maior parte dos solos podem ser agrupadas em três tipos:

avermelhados e amarelos - indicam forte presença de óxido de ferro
escuros - indicam forte presença de materiais orgânicos
claros - indicam a fraca presença ou ausência de materiais orgânicos.
Com relação a textura os solos, são classificados:

arenoso - retém pouca água e nutrientes, pois possuem grandes poros, facilitando o escoamento da água
argiloso - o solo argiloso retém mais água e nutrientes (cálcio, potássio, ferro)
orgânico - é composto de materiais orgânicos em processo de decomposição, além de areia e argila Tipos de Solo
Formação e composição do solo
O solo é resultado da ação de vários elementos: água, clima, organismos vivos, relevo, tipo de rocha e o tempo de atuação desses fatores. Em função da ação conjunta dos diversos fatores, originam-se diversos tipos de solo.
A decomposição das rochas por ação dos agentes físicos, químicos ou biológicos dão origem aos componentes minerais. A incorporação e a decomposição de elementos orgânicos animais e vegetais (húmus), dão fertilidade ao solo.
Classificação dos solos
Com relação a cor, a maior parte dos solos podem ser agrupadas em três tipos:

avermelhados e amarelos - indicam forte presença de óxido de ferro
escuros - indicam forte presença de materiais orgânicos
claros - indicam a fraca presença ou ausência de materiais orgânicos.
Com relação a textura os solos, são classificados:

arenoso - retém pouca água e nutrientes, pois possuem grandes poros, facilitando o escoamento da água
argiloso - o solo argiloso retém mais água e nutrientes (cálcio, potássio, ferro)
orgânico - é composto de materiais orgânicos em processo de decomposição, além de areia e argila

  • >
  • >

Solo no Brasil
Entre os solos mais comuns encontrados no Brasil, destacam-se o massapê e a terra roxa:
Massapê - é um solo escuro, argiloso e orgânico, originado da desagregação e decomposição da rocha gnaisse. Aparece em grande trecho do Nordeste Brasileiro, na região chamada de Zona da Mata, onde desde o século XVI se cultiva a cana-de-açúcar, que se adapta muito bem a esse tipo de solo.
Terra roxa - é um solo avermelhado e vulcânico, originado da decomposição do basalto. Aparece no oeste do estado de São Paulo e no norte do Paraná. É excelente para a agricultura e, desde o século passado é utilizado para a cultura do café.
Curiosidade: Você Sabia?
A terra roxa, na verdade é vermelha e não roxa. O nome surgiu com os colonos italianos das lavouras do café que falavam "terra rossa", que em italiano quer dizer vermelho. O povo confundiu rossa com roxa. Solo no Brasil
Entre os solos mais comuns encontrados no Brasil, destacam-se o massapê e a terra roxa:
Massapê - é um solo escuro, argiloso e orgânico, originado da desagregação e decomposição da rocha gnaisse. Aparece em grande trecho do Nordeste Brasileiro, na região chamada de Zona da Mata, onde desde o século XVI se cultiva a cana-de-açúcar, que se adapta muito bem a esse tipo de solo.
Terra roxa - é um solo avermelhado e vulcânico, originado da decomposição do basalto. Aparece no oeste do estado de São Paulo e no norte do Paraná. É excelente para a agricultura e, desde o século passado é utilizado para a cultura do café.
Curiosidade: Você Sabia?
A terra roxa, na verdade é vermelha e não roxa. O nome surgiu com os colonos italianos das lavouras do café que falavam "terra rossa", que em italiano quer dizer vermelho. O povo confundiu rossa com roxa.

  • >
  • >

Tipos de Frutos
O fruto é a estrutura carnosa das plantas angiospermas que se desenvolve a partir do ovário, após a fecundação.
Ele corresponde ao ovário desenvolvido da flor e com sementes maduras.
As funções do fruto são:
Proteção da semente em desenvolvimento;
Em alguns casos, auxilia na dispersão da semente;
Promove a propagação e perpetuação da espécie.
Os frutos atuam como um envoltório protetor das sementes.
Entretanto, nem todos os tipos de frutos têm sementes. A estes damos o nome de frutos partenocárpicos, pois são produzidos por partenocarpia, processo no qual não ocorre fecundação. Um exemplo de fruto partenocárpico é a banana.
Partes do Fruto
O fruto é constituído por duas partes fundamentais: o fruto propriamente dito, também chamado de pericarpo e a semente. Todas as partes do fruto derivam da flor. Tipos de Frutos
O fruto é a estrutura carnosa das plantas angiospermas que se desenvolve a partir do ovário, após a fecundação.
Ele corresponde ao ovário desenvolvido da flor e com sementes maduras.
As funções do fruto são:
Proteção da semente em desenvolvimento;
Em alguns casos, auxilia na dispersão da semente;
Promove a propagação e perpetuação da espécie.
Os frutos atuam como um envoltório protetor das sementes.
Entretanto, nem todos os tipos de frutos têm sementes. A estes damos o nome de frutos partenocárpicos, pois são produzidos por partenocarpia, processo no qual não ocorre fecundação. Um exemplo de fruto partenocárpico é a banana.
Partes do Fruto
O fruto é constituído por duas partes fundamentais: o fruto propriamente dito, também chamado de pericarpo e a semente. Todas as partes do fruto derivam da flor.

  • >
  • >

O pericarpo é originado da parede do ovário e apresenta três camadas:
Epicarpo: parte externa do fruto, conhecido também como casca.
Mesocarpo: parte intermediária e mais desenvolvida. Geralmente, é comestível.
Endocarpo: é a parte que reveste a cavidade do fruto. Por ser muito fina, pode ser de difícil identificação e separação.
Classificação dos Frutos
Os frutos são classificados através de suas variadas características: O pericarpo é originado da parede do ovário e apresenta três camadas:
Epicarpo: parte externa do fruto, conhecido também como casca.
Mesocarpo: parte intermediária e mais desenvolvida. Geralmente, é comestível.
Endocarpo: é a parte que reveste a cavidade do fruto. Por ser muito fina, pode ser de difícil identificação e separação.
Classificação dos Frutos
Os frutos são classificados através de suas variadas características:

  • >
  • >

Desenvolvimento do ovário
Quanto ao desenvolvimento do ovário, os frutos são classificados em simples, agregados e múltiplos.
Frutos Simples
Os frutos simples são originários de um só ovário e de uma única flor. Exemplos: tomate e cereja.
Os frutos simples podem ser do tipo seco ou carnoso.
Frutos Secos
Os frutos secos são os que possuem pericarpo pobre em água. As substâncias nutritivas concentram-se na semente.
Os frutos secos classificam-se conforme a abertura do pericarpo, nos seguintes tipos:
Frutos deiscentes: são os que o pericarpo se abre durante o amadurecimento. Exemplo: castanha.
Frutos indeiscentes: são os que o pericarpo não se abre naturalmente. Exemplo: girassol. Desenvolvimento do ovário
Quanto ao desenvolvimento do ovário, os frutos são classificados em simples, agregados e múltiplos.
Frutos Simples
Os frutos simples são originários de um só ovário e de uma única flor. Exemplos: tomate e cereja.
Os frutos simples podem ser do tipo seco ou carnoso.
Frutos Secos
Os frutos secos são os que possuem pericarpo pobre em água. As substâncias nutritivas concentram-se na semente.
Os frutos secos classificam-se conforme a abertura do pericarpo, nos seguintes tipos:
Frutos deiscentes: são os que o pericarpo se abre durante o amadurecimento. Exemplo: castanha.
Frutos indeiscentes: são os que o pericarpo não se abre naturalmente. Exemplo: girassol.

  • >
  • >

Frutos Carnosos
Os frutos carnosos possuem pericarpo rico em água e substâncias nutritivas.
Os frutos carnosos podem ainda ser classificados em:
Baga: frutos com várias sementes facilmente separadas do fruto. Exemplo: goiaba, mamão e melão.
Drupa: frutos com semente envolvida por um endocarpo duro, também chamado de caroço. Exemplo: azeitona, abacate e ameixa.
Frutos Agregados
São chamados frutos agregados são os que se originam de uma flor com muitos ovários separados. Também são denominados de frutos apocárpicos.
Exemplo: magnólia.
Frutos Múltiplos ou Infrutescência
Os frutos múltiplos desenvolvem-se de inflorescências, nas quais os muitos ovários fundem-se e formam uma estrutura única.
Exemplos: Figo, abacaxi e amora.
Número de Sementes
Frutos Monospérmicos: são os que apresentam uma única semente. Exemplo: abacate.
Frutos Polispérmicos: são os que possuem mais de uma semente. Exemplo: laranja. Frutos Carnosos
Os frutos carnosos possuem pericarpo rico em água e substâncias nutritivas.
Os frutos carnosos podem ainda ser classificados em:
Baga: frutos com várias sementes facilmente separadas do fruto. Exemplo: goiaba, mamão e melão.
Drupa: frutos com semente envolvida por um endocarpo duro, também chamado de caroço. Exemplo: azeitona, abacate e ameixa.
Frutos Agregados
São chamados frutos agregados são os que se originam de uma flor com muitos ovários separados. Também são denominados de frutos apocárpicos.
Exemplo: magnólia.
Frutos Múltiplos ou Infrutescência
Os frutos múltiplos desenvolvem-se de inflorescências, nas quais os muitos ovários fundem-se e formam uma estrutura única.
Exemplos: Figo, abacaxi e amora.
Número de Sementes
Frutos Monospérmicos: são os que apresentam uma única semente. Exemplo: abacate.
Frutos Polispérmicos: são os que possuem mais de uma semente. Exemplo: laranja.

  • >
  • >

Eles surgem após a polinização e fecundação da oosfera. Estimulados por hormônios vegetais liberados pelo embrião contido na semente, o ovário sofre hipertrofia e converte-se em fruto.
Quando amadurecem, os frutos assumem cores, aromas e sabores que chamam a atenção dos animais. É a estratégia da natureza para usar os animais como dispersores das sementes. Eles surgem após a polinização e fecundação da oosfera. Estimulados por hormônios vegetais liberados pelo embrião contido na semente, o ovário sofre hipertrofia e converte-se em fruto.
Quando amadurecem, os frutos assumem cores, aromas e sabores que chamam a atenção dos animais. É a estratégia da natureza para usar os animais como dispersores das sementes.

  • >
  • >

Após ingerir o fruto, os animais soltam as sementes longe da planta, permitindo que cresça em outros locais.
Saiba mais sobre o Reino Vegetal.
Fruto, fruta e pseudofruto
Os termos fruto, fruta e pseudofruto possuem significados diferentes:
Fruto: é o resultado do desenvolvimento do ovário da flor.
Fruta: termo popular empregado para frutos e pseudofrutos comestíveis e de sabor adocicado.

Pseudofruto: qualquer estrutura que se assemelhe a um fruto, mas que não seja formada pelo amadurecimento do ovário e sim de outras estruturas da flor como o pedicelo e receptáculo. Após ingerir o fruto, os animais soltam as sementes longe da planta, permitindo que cresça em outros locais.
Saiba mais sobre o Reino Vegetal.
Fruto, fruta e pseudofruto
Os termos fruto, fruta e pseudofruto possuem significados diferentes:
Fruto: é o resultado do desenvolvimento do ovário da flor.
Fruta: termo popular empregado para frutos e pseudofrutos comestíveis e de sabor adocicado.

Pseudofruto: qualquer estrutura que se assemelhe a um fruto, mas que não seja formada pelo amadurecimento do ovário e sim de outras estruturas da flor como o pedicelo e receptáculo.

  • >
  • >
Gostou do livro do aluno (seu livro) Refazer

Gostou do livro do aluno (seu livro)

Conseguiu aprender um pouquinho?
Comente o que achou.
Logo logo a unidade dois.

Compartilhar

Gostou do livro do aluno (seu livro) Refazer

Gostou do livro do aluno (seu livro)

Conseguiu aprender um pouquinho?
Comente o que achou.
Logo logo a unidade dois.

Compartilhar

Calculando Resultado
Ver meu resultado
Visitar Anúncio

Publicidade

clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star