Criar Quiz
Criar Quiz
Publicidade
Vida de princesa 2! [2 temporada]

Vida de princesa 2! [2 temporada]

Tags : Reino realeza Princesa Quiz RPG

Essa é uma história de uma menina que antes era uma camponesa comum que teve sua vida virada de cabeça para baixo de um dia para o outro, e agora como princesa, terá sua vida baseada em escolhas, e estas podem facilitar o dificultar sua vida, e com isso haverá momentos felizes, triste, até de raiva, então boa continuação de história.

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Depois de umas semanas, o dia em que você e Henry vão se encontrar chega, e ele vai até seu castelo, lhe buscar, então depois de se arrumar, você vai até a entrada do castelo, e no caminho passa pela Biblioteca, e resolve entrar para ver se Gabriel está por lá, pois não tiveram a oportunidade de conversarem desde o baile, mas quando entre vê Pedro de costa, e quando chega mais perto...
Vê ele beijando uma garota, provavelmente a sua pretendente, nisso como ele não percebeu sua presença, você sai sem fazer barulho super chateada, e assim que sai, o mordo quase esbarra em você e diz:
Mordomo: perdão senhorita, vim lhe chamar, pois o príncipe Henry está a sua espera na entrada do castelo
Você: está bem, estou indo
~Então no caminho até a entrada você fica pensando no que acabou de ver, e fica chateada, mas pensa que as coisas tem de ser assim, e se ele já achou outra princesa, talvez deva seguir com sua vida, e dar chance á Henry, então quando chega ao destino, ambos se comprimentos, entram na carruagem, e vão em direção ao reino dele, e ao chegar lá, vão ao lindo jardim do castelo, e passam a conversar:
Henry: Lindo, não
Você: muito, e adorei seu castelo, também é maravilhoso
Henry: muito obrigado, mas me diz o que mais gosta em seu castelo?
Você: Eu amo a biblioteca, adoro ler
Henry: Então acho que vou lhe apresentar a nossa biblioteca, tenho certeza de que vai adorar também
Você: acredito que sim, mas e você o que mais gosta?
Henry: eu gosto daqui do jardim, para ser mais especifico a área de esportes, onde tenho meu arco e flecha
Você: Que legal, você pratica a muito tempo?
Henry: Sim, desde criança, e amo, participo de campeonatos
Você: Você já chegou a ganhar troféus?
Henry: Sim, quer ver o lugar?
Você: Claro Depois de umas semanas, o dia em que você e Henry vão se encontrar chega, e ele vai até seu castelo, lhe buscar, então depois de se arrumar, você vai até a entrada do castelo, e no caminho passa pela Biblioteca, e resolve entrar para ver se Gabriel está por lá, pois não tiveram a oportunidade de conversarem desde o baile, mas quando entre vê Pedro de costa, e quando chega mais perto...
Vê ele beijando uma garota, provavelmente a sua pretendente, nisso como ele não percebeu sua presença, você sai sem fazer barulho super chateada, e assim que sai, o mordo quase esbarra em você e diz:
Mordomo: perdão senhorita, vim lhe chamar, pois o príncipe Henry está a sua espera na entrada do castelo
Você: está bem, estou indo
~Então no caminho até a entrada você fica pensando no que acabou de ver, e fica chateada, mas pensa que as coisas tem de ser assim, e se ele já achou outra princesa, talvez deva seguir com sua vida, e dar chance á Henry, então quando chega ao destino, ambos se comprimentos, entram na carruagem, e vão em direção ao reino dele, e ao chegar lá, vão ao lindo jardim do castelo, e passam a conversar:
Henry: Lindo, não
Você: muito, e adorei seu castelo, também é maravilhoso
Henry: muito obrigado, mas me diz o que mais gosta em seu castelo?
Você: Eu amo a biblioteca, adoro ler
Henry: Então acho que vou lhe apresentar a nossa biblioteca, tenho certeza de que vai adorar também
Você: acredito que sim, mas e você o que mais gosta?
Henry: eu gosto daqui do jardim, para ser mais especifico a área de esportes, onde tenho meu arco e flecha
Você: Que legal, você pratica a muito tempo?
Henry: Sim, desde criança, e amo, participo de campeonatos
Você: Você já chegou a ganhar troféus?
Henry: Sim, quer ver o lugar?
Você: Claro

  • ...
  • ...

~Depois de vocês andarem um pouco, chegam ao local, e é lindo, é cheio de arvores, equipamentos de alta qualidade etc.~
Henry: Considero esse o meu refúgio, pois passo a grande maioria do meu tempo aqui
Você: Compreendo, parece ótimo, eu gostaria de aprender
Henry: Se quiser posso lhe ensinar
Você: Ah não quero lhe incomodar
Henry: Não, está tudo bem, vai ser um prazer lhe ensinar.
~Então ele pega um dos diversos arco em flecha dele, explica como funciona para segurar, a postura, e tudo mais, nisso você presta atenção em tudo, ele lhe mostra como faz, e depois lhe passa, mas na hora de segurar e estender a flecha, ele te ajuda, fica atrás de você e posiciona seu braço, ele lhe diz algo no seu ouvido quase sussurrando ´´agora é só atirar´´, você fica arrepiada, ele percebe, você escuta o coração dele batendo mais forte, um clima rola entre vocês, e quando você vai ver, a flecha que você estava segurando está na mão dele, e estão um de frente com o outro com o rosto a centímetros, e depois de uns segundos se olhando, vocês se beijam, e nesse momento você se sente bem , o beijo é muito bom, e depois de um tempinho ali, vocês se separam e ele diz:
Henry: Gostou da aula?
~Ele diz e você e ele ficam corado na mesma hora~
Você: Sim, mas acho que ainda tenho que ter mais aulas
~Ambos riem, voltam a se beijar, e depois vão ao castelo, onde ele te mostra a biblioteca, e você fica encantada com o tamanho e a beleza deste, e depois de mais um longo tempo passeando e conversando pelo castelo, chega a sua hora de ir embora, ele te acompanha até seu castelo, onde vocês dão um último beijo e você entra~
Já dentro do castelo, a caminho do seu quarto se encontra com Gabriel, e então ambos resolvem ir para a biblioteca e conversarem:
Você: Então, me diga gostou do baile, já está pronto para encontrar um pretendente, seu aniversário está próximo.
Gabriel: Sim, gostei do balei, mas você já sabe né...
Você: Sobre você e ele?
Gabriel: Sim... você não me julga?
Você: Claro que não, acho que você tem que ficar com quem lhe faz feliz e realmente goste.
Gabriel: Sim, mas não é tão fácil assim, você entende ~Depois de vocês andarem um pouco, chegam ao local, e é lindo, é cheio de arvores, equipamentos de alta qualidade etc.~
Henry: Considero esse o meu refúgio, pois passo a grande maioria do meu tempo aqui
Você: Compreendo, parece ótimo, eu gostaria de aprender
Henry: Se quiser posso lhe ensinar
Você: Ah não quero lhe incomodar
Henry: Não, está tudo bem, vai ser um prazer lhe ensinar.
~Então ele pega um dos diversos arco em flecha dele, explica como funciona para segurar, a postura, e tudo mais, nisso você presta atenção em tudo, ele lhe mostra como faz, e depois lhe passa, mas na hora de segurar e estender a flecha, ele te ajuda, fica atrás de você e posiciona seu braço, ele lhe diz algo no seu ouvido quase sussurrando ´´agora é só atirar´´, você fica arrepiada, ele percebe, você escuta o coração dele batendo mais forte, um clima rola entre vocês, e quando você vai ver, a flecha que você estava segurando está na mão dele, e estão um de frente com o outro com o rosto a centímetros, e depois de uns segundos se olhando, vocês se beijam, e nesse momento você se sente bem , o beijo é muito bom, e depois de um tempinho ali, vocês se separam e ele diz:
Henry: Gostou da aula?
~Ele diz e você e ele ficam corado na mesma hora~
Você: Sim, mas acho que ainda tenho que ter mais aulas
~Ambos riem, voltam a se beijar, e depois vão ao castelo, onde ele te mostra a biblioteca, e você fica encantada com o tamanho e a beleza deste, e depois de mais um longo tempo passeando e conversando pelo castelo, chega a sua hora de ir embora, ele te acompanha até seu castelo, onde vocês dão um último beijo e você entra~
Já dentro do castelo, a caminho do seu quarto se encontra com Gabriel, e então ambos resolvem ir para a biblioteca e conversarem:
Você: Então, me diga gostou do baile, já está pronto para encontrar um pretendente, seu aniversário está próximo.
Gabriel: Sim, gostei do balei, mas você já sabe né...
Você: Sobre você e ele?
Gabriel: Sim... você não me julga?
Você: Claro que não, acho que você tem que ficar com quem lhe faz feliz e realmente goste.
Gabriel: Sim, mas não é tão fácil assim, você entende

  • ...
  • ...

Você: Sim entendo, mas vai dar tudo certo, estarei aqui para te apoiar em qualquer coisa, e não acho que será um problema para seus pais, pelo menos para sua mãe, sei que ela vai continuar te amando independente disso.
Gabriel: Eu sei, eu pensei em falar com ela sobre isso, só que estou inseguro
Você: faça as coisas no seu tempo, se precisar estou aqui
Gabriel: eu digo o mesmo, mas e você como estão as coisas sobre esse novo pretendente e o meu irmão?
Você: Eu ainda gosto de Pedro, mas não podemos ficar juntos, isso pode prejudicar nossos futuros, e a última coisa que eu quero é prejudicá-lo, quero que ele seja feliz, mesmo que seja com outra pessoa.
Gabriel: Eu sei que as pessoas a ficam dizendo que esse sentimento de vocês pode ser passageiro, mas pelo que vejo não é, e sei que vão superar isso e vão ficar juntos, mesmo que isso leve tempo.
Você: eu não sei... o vi beijando outra menina, e ele parecia feliz no baile com ela
Gabriel: Não posso falar por ele, mas acredito que ele realmente goste de você, e não dessa menina, e que na verdade vocês só não estão juntos pois negam a felicidade de ambos, que é ficarem juntos, pois acham que separados estão fazendo o bem um para o outro.
Antes que você possa falar qualquer coisa Pedro entra na biblioteca, a procura de Gabriel, e quando a vê diz:
Pedro: Olá, pensei que Gabriel estivesse sozinha, marquei de me encontrar com ele aqui, desculpe atrapalhar, conversamos outra hora, boa noite
Gabriel: Não, venha, eu me encontrei com ela no caminho, mas fique, podemos conversar
Pedro: Não sei se é uma boa ideia
Gabriel: ué, por quê?
Pedro: Acho que ela não quer mais ter muito contato comigo
Você: não, claro que não, é só que as coisas são complicadas.
Pedro: eu sei, já me disse isso, mas eu não acho, acho que se gostamos realmente um do outro devemos arriscar, pois eu não quero estar com outra pessoa sem ser você
Você: Não foi o que me pareceu hoje a tarde aqui
Pedro: Como assim?
Gabriel: Acho que vou dormir, vocês têm muito o que conversar a sós
Você: Não, eu vou, não tem o que ser conversado aqui, já sabemos como essa história vai acabar
Pedro: Você vai fugir mesmo, sem me explicar?
Você: Não estou fugindo, só evitando uma conversa desnecessária
~E antes que ele responda algo, você se retira rapidamente de lá, só escuta o Pedro falando de forma interrogatória o seguinte para Gabriel: ´´Ela viu o beijo?´´ e Gabriel respondendo num tom baixo e triste que sim. E quando vai quase correndo para seu quarto super chateada, confronta o rei, pois não o viu, e ele diz: Você: Sim entendo, mas vai dar tudo certo, estarei aqui para te apoiar em qualquer coisa, e não acho que será um problema para seus pais, pelo menos para sua mãe, sei que ela vai continuar te amando independente disso.
Gabriel: Eu sei, eu pensei em falar com ela sobre isso, só que estou inseguro
Você: faça as coisas no seu tempo, se precisar estou aqui
Gabriel: eu digo o mesmo, mas e você como estão as coisas sobre esse novo pretendente e o meu irmão?
Você: Eu ainda gosto de Pedro, mas não podemos ficar juntos, isso pode prejudicar nossos futuros, e a última coisa que eu quero é prejudicá-lo, quero que ele seja feliz, mesmo que seja com outra pessoa.
Gabriel: Eu sei que as pessoas a ficam dizendo que esse sentimento de vocês pode ser passageiro, mas pelo que vejo não é, e sei que vão superar isso e vão ficar juntos, mesmo que isso leve tempo.
Você: eu não sei... o vi beijando outra menina, e ele parecia feliz no baile com ela
Gabriel: Não posso falar por ele, mas acredito que ele realmente goste de você, e não dessa menina, e que na verdade vocês só não estão juntos pois negam a felicidade de ambos, que é ficarem juntos, pois acham que separados estão fazendo o bem um para o outro.
Antes que você possa falar qualquer coisa Pedro entra na biblioteca, a procura de Gabriel, e quando a vê diz:
Pedro: Olá, pensei que Gabriel estivesse sozinha, marquei de me encontrar com ele aqui, desculpe atrapalhar, conversamos outra hora, boa noite
Gabriel: Não, venha, eu me encontrei com ela no caminho, mas fique, podemos conversar
Pedro: Não sei se é uma boa ideia
Gabriel: ué, por quê?
Pedro: Acho que ela não quer mais ter muito contato comigo
Você: não, claro que não, é só que as coisas são complicadas.
Pedro: eu sei, já me disse isso, mas eu não acho, acho que se gostamos realmente um do outro devemos arriscar, pois eu não quero estar com outra pessoa sem ser você
Você: Não foi o que me pareceu hoje a tarde aqui
Pedro: Como assim?
Gabriel: Acho que vou dormir, vocês têm muito o que conversar a sós
Você: Não, eu vou, não tem o que ser conversado aqui, já sabemos como essa história vai acabar
Pedro: Você vai fugir mesmo, sem me explicar?
Você: Não estou fugindo, só evitando uma conversa desnecessária
~E antes que ele responda algo, você se retira rapidamente de lá, só escuta o Pedro falando de forma interrogatória o seguinte para Gabriel: ´´Ela viu o beijo?´´ e Gabriel respondendo num tom baixo e triste que sim. E quando vai quase correndo para seu quarto super chateada, confronta o rei, pois não o viu, e ele diz:

  • ...
  • ...

Rei: Olá, tome cuidado, você poderia ter se machucado
Você: Me desculpe, não o vi
Rei: Está tudo bem, você estava chorando?
~ Mas antes de você responder qualquer coisa Pedro vem correndo em sua direção, quando vê seu pai, o rei que diz~
Rei: Ah entendi, olha não sei o que está acontecendo aqui, mas já está tarde, e acho melhor cada um ir para seus respectivos quartos
Pedro: Eu preciso conversar com ela, e depois irei
Rei: Meu filho, melhor não, descansem e vocês conversam amanhã
Pedro: Mas pai...
Rei: Pedro... (ele diz num tom autoritário)
~Sem dizer mais nada ambos vão para seus respectivos quartos, e quando você chega no seu quarto, toma uma ducha e vai se deitar, custa um pouco para dormir pensando sobre tudo que aconteceu neste dia, mas acaba adormecendo de cansaço.~ Rei: Olá, tome cuidado, você poderia ter se machucado
Você: Me desculpe, não o vi
Rei: Está tudo bem, você estava chorando?
~ Mas antes de você responder qualquer coisa Pedro vem correndo em sua direção, quando vê seu pai, o rei que diz~
Rei: Ah entendi, olha não sei o que está acontecendo aqui, mas já está tarde, e acho melhor cada um ir para seus respectivos quartos
Pedro: Eu preciso conversar com ela, e depois irei
Rei: Meu filho, melhor não, descansem e vocês conversam amanhã
Pedro: Mas pai...
Rei: Pedro... (ele diz num tom autoritário)
~Sem dizer mais nada ambos vão para seus respectivos quartos, e quando você chega no seu quarto, toma uma ducha e vai se deitar, custa um pouco para dormir pensando sobre tudo que aconteceu neste dia, mas acaba adormecendo de cansaço.~

  • ...
  • ...

Já na manhã seguinte, você acorda coloca sua vestimenta e vai para a mesa de café da manhã, e quando chega lá, a mesa ainda está sendo arrumada, e você chegou muito cedo, então resolve ir esperar na Biblioteca em quanto lê um pouco de livro até dar o horário, mas a caminho de lá vê Pedro encostado na porta, parecendo te esperar, você resolve dar meia volta, mas quando vira para sair, ele chama por seu nome e diz:
Pedro: Precisamos conversar
Você: sobre o que exatamente?
Pedro: Você viu o beijo?
Você: Sim... mas tudo bem você não me deve satisfação...
Pedro: Não... mas eu sinto que devo tentar mais uma vez, que só fiz isso pois você me rejeitou...
Você: Pare de dizer como se fosse culpa minha, e se eu não quisesse ficar com você
Pedro: realmente eu acho que se você realmente gostasse de mim, me amasse como eu te amo faria de tudo para ficarmos juntos, mesmo que isso deixe nosso futuro incerto, mas que o importante é que estaríamos juntos nisso.
Você: Pedro... (você fala num tom triste e abafado, e uma lágrima sai dos seus olhos)
~Ele se aproxima de você, limpa sua lagrima, e ambos ficam com a testa encostada na outra, ambos com os olhos fechados, ficam em silencio por um tempinho, chegam com os lábios a centímetros um do outro, até que são interrompidos pelo mordomo, e na mesma hora se assustam e se afastam, e o mordomo diz:
Mordomo: desculpe interromper, mas vim lhes avisar que estão todos na espera de ambos na mesa de café da manhã, com licença senhores. (e se retira) Já na manhã seguinte, você acorda coloca sua vestimenta e vai para a mesa de café da manhã, e quando chega lá, a mesa ainda está sendo arrumada, e você chegou muito cedo, então resolve ir esperar na Biblioteca em quanto lê um pouco de livro até dar o horário, mas a caminho de lá vê Pedro encostado na porta, parecendo te esperar, você resolve dar meia volta, mas quando vira para sair, ele chama por seu nome e diz:
Pedro: Precisamos conversar
Você: sobre o que exatamente?
Pedro: Você viu o beijo?
Você: Sim... mas tudo bem você não me deve satisfação...
Pedro: Não... mas eu sinto que devo tentar mais uma vez, que só fiz isso pois você me rejeitou...
Você: Pare de dizer como se fosse culpa minha, e se eu não quisesse ficar com você
Pedro: realmente eu acho que se você realmente gostasse de mim, me amasse como eu te amo faria de tudo para ficarmos juntos, mesmo que isso deixe nosso futuro incerto, mas que o importante é que estaríamos juntos nisso.
Você: Pedro... (você fala num tom triste e abafado, e uma lágrima sai dos seus olhos)
~Ele se aproxima de você, limpa sua lagrima, e ambos ficam com a testa encostada na outra, ambos com os olhos fechados, ficam em silencio por um tempinho, chegam com os lábios a centímetros um do outro, até que são interrompidos pelo mordomo, e na mesma hora se assustam e se afastam, e o mordomo diz:
Mordomo: desculpe interromper, mas vim lhes avisar que estão todos na espera de ambos na mesa de café da manhã, com licença senhores. (e se retira)

  • ...
  • ...
Continua na parte 3 Refazer

Continua na parte 3

Compartilhar

Continua na parte 3 Refazer

Continua na parte 3

Compartilhar

Calculando Resultado

Publicidade

clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star