Criar Quiz
Criar Quiz
Publicidade
Quem manda no seu negócio?

Quem manda no seu negócio?

Tags : Negócios Liderança empresa

Faça este teste e descubra se quem manda realmente no seu negócio é você, o cliente ou a concorrência.

ATENÇÃO: Responda com sinceridade. O resultado pode te ajudar a tomar novas e importantes decisões no rumo do seu negócio.

Iniciar o Quiz
Incorporar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • Ad

Quando cliente pede descontos, você:

  • Dou logo, morro de medo de perder a venda.
  • Digo não na hora, não baixo a minha margem de lucro de jeito nenhum.
  • Explico para ele o valor do meu produto e o motivo dele estar nesse preço.
  • Pergunto o motivo dele estar pedindo desconto. E se ele falar que a concorrência está cobrando mais barato, fecho o negócio na hora.

O cliente manda um e-mail solicitando um orçamento do seu plano/pacote ou serviços. O que você faz?

  • Respondo o e-mail imediatamente com o orçamento anexo. Não deixo meus clientes esperando.
  • Demoro algumas horas para responder, não quero que ele pense que estou plantado na frente do computador esperando solicitações de orçamento.
  • Respondo o e-mail e aproveito para publicar nas minhas redes sociais que estão procurando meus serviços. Fazer sucesso chama mais clientes.
  • Respondo o e-mail solicitando uma reunião pessoalmente, gosto de explicar em detalhes o meu produto/serviço.

Quando o assunto são as Redes Sociais da minha empresa:

  • Contratei uma agência de marketing para cuidar de todas as minhas mídias sociais.
  • Eu mesmo que faço as postagens. Não tenho tempo para publicar todos os dias, mas não fica abandonado.
  • Acompanho todos os meus concorrentes de maior sucesso, e tento fazer as postagens bem parecidas. Se dá certo para eles, vai funcionar para mim também.
  • Não tenho tempo para cuidar de tudo, quando lembro posto alguma coisa, mas em geral fica lá esquecido.

Quando a sua Empresa recebe uma reclamação do cliente:

  • Ouço o que aconteceu e tento agradá-lo de alguma forma. Ofereço um brinde, um desconto. Cliente tem sempre razão.
  • Tento entender o que aconteceu e agradeço o retorno. Talvez esse possa ser o motivo de outros clientes não voltarem a comprar.
  • Faço o que for preciso para ele não tornar a reclamação pública. Tenho pânico que reclamem do meu negócio em redes sociais ou que meus concorrentes saibam.
  • Tomo todos os cuidados para não ter erro em nenhum dos processos. Com certeza o cliente está mal intencionado. Compro a briga se necessário.

Na hora de precificar o seu produto/serviço:

  • Vejo o valor que os meus concorrentes estão cobrando e coloco mais barato.
  • Faço os cálculos de acordo com as minhas despesas e a margem de lucro que eu desejo e nem me importo para a concorrência.
  • Faço uma pesquisa de preço da concorrência direta, verifico minhas despesas, defino minha margem de lucro e defino o valor dentro do mercado.
  • Não me importo com a concorrência na hora de colocar o preço. Cada um sabe quanto vale o seu produto/serviço.

Quando o negócio do seu concorrente cresce:

  • Tudo bem, tudo tem a sua hora e a minha hora vai chegar!
  • Desespero. Tento obter o máximo de informações e já me agilizo para crescer também. Um local maior, um lançamento, algo que “abafe” esse momento dele.
  • Faço uma pesquisa com os meus clientes para saber o que eles gostariam que a minha empresa mudasse. Faço as alterações que os clientes me indicam.
  • Não fico ansioso. Tento encontrar um diferencial que traga mais clientes para meu negócio e tento usar o fato de ser “menor” a meu favor.

A empresa está fazendo aniversário:

  • Faço uma grande festa e convido fornecedores, clientes e a concorrência. É importante mostrar ao mercado que você está estabilizado.
  • Faço promoções e dou descontos no mês de aniversário. Com certeza trará muitos clientes.
  • Não faço nada de especial. Não vou ter mais despesa sem necessidade.
  • Aproveito a chance para lançar um novo produto/serviço.

Quando você vê que alguém copiou a sua ideia:

  • Vou nas redes sociais e deixo claro para os meus clientes quem teve a ideia antes. Afinal, só é copiado quem faz sucesso.
  • Não me importo. O segredo não está na ideia e sim na execução.
  • Esqueço a ideia e crio outra coisa diferente. Vai ter que viver me copiando.
  • Acho ótimo! Se estou sendo copiado é porque faço um bom trabalho.

Quando você está com problemas com funcionários e colaboradores:

  • Demito e contrato outros! A gente precisa eliminar o problema logo que identifica.
  • Abro novas vagas e deixo o funcionário na empresa até o novo contratado estar treinado.
  • Descubro quem são os talentos da minha concorrência e ofereço logo uma proposta. Meu cliente merece o melhor!
  • Tento acompanhar, conversar e dar novas metas ao funcionário dando a ele nova chance. Se ainda assim ele persistir com suas atitudes, eu o demito.

O cliente decide cancelar o contrato com a sua empresa, você:

  • Faço de tudo para retê-lo. Tento descobrir o motivo e arrumar as soluções possíveis para não perder o cliente.
  • Aceito com tranquilidade. Ele deve ter os motivos dele.
  • Faço de tudo para continuar com o cliente e listo vários defeitos da concorrência para deixar claro que eu sou a melhor opção. Vale tudo por um cliente.
  • Questiono os motivos e se percebo que não tem nada a ver com o meu trabalho eu aceito o cancelamento sem insistência.
VOCÊ MANDA NO SEU NEGÓCIO: PARABÉNS! Refazer

VOCÊ MANDA NO SEU NEGÓCIO: PARABÉNS!

Você é uma pessoa autêntica, corajosa e manda no seu negócio. Parabéns! Isso é muito importante, afinal, você que participa de todos os processos e etapas da sua empresa e sabe melhor do que ninguém o que é o melhor para a saúde do seu negócio. Continua assim, o cliente percebe quem age com verdade e admira a autenticidade nos negócios. Agora é claro, não pode dar bobeira para o azar. Fique sempre atento a concorrência, é importante sim saber os seus passos, porém os seus não podem ser dados conforme os dela. E tenha sempre em mente que os clientes são a figura mais importante do seu negócio. Todas as suas decisões devem vir acompanhadas da seguinte pergunta: isso será bom também para o meu cliente?

Compartilhar

A CONCORRÊNCIA MANDA NO SEU NEGÓCIO: É HORA DE MUDAR! Refazer

A CONCORRÊNCIA MANDA NO SEU NEGÓCIO: É HORA DE MUDAR!

É muito importante estar de olho na concorrência, afinal é ela que te mantém ou te tira fora da briga no mercado. Mas fique muito atento, suas atitudes e decisões não podem depender do seu concorrente. Cada empresa tem uma história diferente, um processo, quadro de funcionários, gestão diferentes e consequentemente as decisões e escolhas devem ser tomadas de acordo com isso. Quando você copia a sua concorrência você passa para o seu cliente a imagem de incapacidade de ser original e criativo. E na maioria das vezes, o cliente prefere aquele que mostra com habilidade que é capaz de resolver o seu problema de forma única. E você jamais será único se for comparado com a concorrência. Seja você mesmo e com certeza, em pouco tempo, seu concorrente que estará te copiando.

Compartilhar

OS CLIENTES MANDAM NO SEU NEGÓCIO: CUIDADO! Refazer

OS CLIENTES MANDAM NO SEU NEGÓCIO: CUIDADO!

Os clientes são, com certeza, as figuras mais importantes do seu negócio. Porém, eles não podem ser os donos. É importante ter em mente que suas decisões e atitudes devem ser tomadas levando sempre em consideração o melhor para sua clientela, mas ele não participa de muitos processos da sua empresa e, portanto, nem sempre o melhor para o cliente é o melhor para o seu negócio. Suas atitudes precisam ser autênticas e originais. O cliente vai perceber quando a “esmola” é demais e vai desconfiar, muitas vezes preferindo até a concorrência. Seja honesto com seu cliente em relação às suas escolhas e decisões e com certeza esse relacionamento ficará cada vez mais estreito e leal.

Compartilhar

TODO MUNDO MANDA NO SEU NEGÓCIO. CHEGA! Refazer

TODO MUNDO MANDA NO SEU NEGÓCIO. CHEGA!

Você com medo de errar acaba ficando perdido e se permitindo tomar decisões que nem sempre são as melhores para o seu negócio. É importante ter calma, respirar e lembrar-se lá no início o que te fez ser um empreendedor e abrir um novo negócio. Essa é a melhor forma de lembrar quem é o verdadeiro dono da sua empresa: VOCÊ! Você precisa acompanhar a sua concorrência e saber o que ela está fazendo. É importante perceber como o mercado reage e se atualiza. O cliente também é peça fundamental e deve estar sempre presente em todas as decisões. Porém as escolhas deve ser feitas de acordo com o seu entendimento do negócio. Ninguém conhece melhor a sua empresa do que você mesmo, e se você se sente incapacitado em alguma área é importante procurar ajuda em cursos ou profissionais mais experientes em determinados setores, mas não deixe o seu negócio nas mãos dos seus concorrentes e clientes.

Compartilhar

Calculando Resultado
Ver meu resultado
Visitar Anúncio

Publicidade

clock facebook twitter whatsapp redo search x home profile pencil logout quiz list test user star